PSORÍASE

Publicado por link9 em

A psoríase é uma dermatose caracterizada por placas vermelhas e descamativas que podem comprometer o corpo todo inclusive o couro cabeludo e unhas.

Ela é uma doença de pele inflamatória e não contagiosa e pode ser bastante grave quando compromete toda a pele, quando tem pústulas associadas ou quando evolui para um quadro generalizado chamado eritrodermia.

A psoríase pode comprometer o couro cabeludo, lembrando dermatite seborreica com caspa abundante e às vezes também com pústulas e feridas. A unha quando comprometida pode apresentar descolamento, mudança de cor e depressões puntiformes chamadas de "pitings". 

A causa da psoríase não está totalmente esclarecida, sendo importantes três pilares: genética, imunidade e inflamação.

Ela é sabidamente uma doença inflamatória, com características auto imunes, associada à predisposição genética.

A psoríase provoca baixa auto estima pois compromete a aparência e prejudica o contato social. A descamação intensa pode provocar feridas e também um odor desagradável que interfere nas relações interpessoais.

O tratamento da psoríase é um desafio para o médico dermatologista. A primeira questão é definir o grau de comprometimento da pele. 

Os casos leves são tratados com cremes e pomadas de corticoide. Os casos moderados são tratados com cremes e pomadas e fototerapia, e os mais graves com imunossupressores como ciclosporina e metotrexato e os remédios chamados biológicos. Esses medicamentos de última geração são anti-inflamatórios desenvolvidos a partir de substâncias do nosso organismo que interferem e neutralizam a inflamação e a alteração imunológica.

O estresse sabidamente piora e ou desencadeia psoríase. Isto acontece devido à correlação neuro-endócrina-cutânea onde a liberação de neuro hormônios facilita a inflamação inerente à psoríase.

Muitas vezes o paciente está bem controlado e mediante um período de muito estresse piora e as lesões aumentam.

Por esse motivo recomendamos que o tratamento da psoríase possa incluir a psicoterapia ou algum método de relaxamento que melhore o equilíbrio emocional.

Neste momento, onde uma pandemia pelo Coronavirus chegou sem avisar e transformou a vida das pessoas, está ocorrendo um excesso  de estresse e ansiedade.

Ninguém sabe o que irá acontecer, gerando insegurança e até depressão. Nesse momento a psoríase pode piorar, pois ocorrem mudanças nos neurohormônios que geram aumento de citocinas inflamatórias. Neste casos, o tratamento pré estabelecido deve continuar e a pele deve ser muito hidratada.

O hidratante recupera a pele e ajuda na melhora da psoríase. Além disso é muito importante melhorar a alimentação, procurar ter um sono reparador, fazer atividade física equilibrada e alguma atividade que proporcione relaxamento e prazer. Outra possibilidade existente é a exposição ao sol por períodos curtos de 10 a 15 minutos no horário das 10 às 15h, sem filtro solar. Esse tempo deve ser rigorosamente cumprido e caso haja continuidade da exposição ao sol, é necessário usar um filtro solar com proteção ampla e capacidade hidratante.

Havendo o controle do estresse ocorrerá também a melhora da psoríase.

Dra. Denise Steiner
Dermatologista
CRM: 36.505 - RQE 6185

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &