ACNE E ROSÁCEA

Publicado por link9 em

Não percam a LIVE Hoje (11/06/2020)

 

Pioram com o estresse

Nos tempos de pandemia, sabemos que o estresse pode aumentar, pois estamos confusos e ansiosos.

Por causa disso, parece que tudo é culpa do estresse e qualquer doença está acontecendo por causa dele. Essa constatação é verdadeira, mas deve ser avaliada de maneira crítica e equilibrada.

O ser humano é um organismo vivo que reage de maneira global e integrada. Sendo assim, o estresse que acomete qualquer indivíduo irá pesar na sua saúde. Porém cada qual tem sua genética e também seu próprio ambiente e neste caso apresentará reações relacionadas à sua predisposição e também aos estímulos característicos do local onde vive.

A acne é uma doença inflamatória caracterizada por cravos, espinhas, pústulas, abscessos e cicatrizes que aparecem principalmente no rosto, costas e peito. Ela ocorre em homens e mulheres durante a puberdade e também afeta mulheres na idade adulta.

A acne piora com o estresse porque o cortisol aumenta e estimula os hormônios masculinos (androgênios) que estimulam a glândula sebácea. Esta glândula produz muito sebo, que facilita o crescimento de bactérias e a inflamação.

A acne pode piorar com alimentos de alto índice glicêmico e também com excesso de ingestão de leite e derivados.

A rosácea também é um quadro inflamatório que costuma comprometer mulheres de pele clara após a menopausa. A rosácea se caracteriza por um rosto sempre avermelhado, onde podemos ver vasos dilatados e às vezes pápulas e pústulas aglomeradas em algum local da face.

A rosácea não compromete o corpo mas pode causar inflamação dos olhos e também hipertrofia e edema do nariz (rinofima).

A causa exata da rosácea não é conhecida, mas ela piora com o estresse. Ele aumenta a vasodilatação, piorando o avermelhamento do rosto e estimula a liberação de substâncias inflamatórias.

O álcool e os alimentos muito condimentados podem piorar a rosácea.

Tanto em relação à acne como na rosácea há tratamentos específicos, sistêmicos e tópicos.

É importante que haja uma consulta individual para firmar um diagnóstico correto e  escolher o melhor tratamento para cada caso. Porém, além disso deve haver um controle da ansiedade e do estresse.

Essa abordagem pode ser multifatorial com algumas atitudes listadas a seguir:

Alimentação nutritiva, saudável e bem equilibrada.

Exercícios físicos moderados e constantes.

Melhora da qualidade do sono.

Práticas de meditação ou terapias relaxantes.

A pandemia vai passar e vamos sobreviver com novos hábitos e crenças. O importante é não desperdiçar essa oportunidade de aprendizado e reflexão que a vida nos está oferecendo.

 

Dra. Denise Steiner
Dermatologista
CRM: 36.505 - RQE 6185

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &