Manchas de Pele – como tratar

Publicado por link9 em
manchas

Existem muitos tipos de manchas de pele, entre elas o melasma, as melanoses solares, as sardas e também manchas de machucados e queimaduras.

A pele entende que produzir uma mancha significa proteção e qualquer estímulo diferente ela já responde com escurecimento.

É por isso que bronzeamos ao tomar sol, pois a superfície cutânea é agredida com a luz do sol e responde produzindo mais melanina.

As manchas tipo melanoses que aparecem no rosto e nas mãos de pessoas com pele mais clara são causadas pelo dano crônico do sol na pele.  Essas manchas são aquelas de cor marrom, arredondadas, que surgem nas mãos, colo e rosto. O tratamento dessas manchas é feito com determinados tipos de laser que atingem alvos de coloração marrom, provocando descamação no local da mancha.

Também os peelings químicos de ácido tricloroacético podem clarear essas manchas. O processo de renovação da pele demora cerca de sete dias, sendo necessário hidratar e proteger com filtro solar nos dias subsequentes ao procedimento.

Também observamos que muitas vezes a região entre as pernas e axilas escurecem devido ao atrito da pele no local. Essas manchas são tratadas com cremes e peelings clareadores.

Já o melasma é uma mancha crônica que compromete jovens de pele mais morena e aparece principalmente no rosto. O melasma é difícil de tratar e além de cremes e filtro solar há tratamentos específicos.

Existem também as manchas brancas, onde o problema é a falta de pigmento como no caso do albinismo, vitiligo, pitiriase versicolor e pitiriase alba e também sinais brancos que são manchas de nascimento.

O albinismo é genético e até o momento não há cura, porém são necessários cuidados especiais como proteção solar intensa e constante. Os albinos têm câncer de pele mais cedo e com mais frequência.

O vitiligo não é genético mas sim uma doença auto imune. Ele é caracterizado por manchas muito brancas de vários formatos e que podem aparecer em qualquer parte do corpo.

O tratamento do vitiligo é feito com combinações de cremes e uso de luz UVB que pode repigmentar as lesões.Também são utilizados aminoácidos, fitoterápicos e antioxidantes.

O tratamento do vitiligo é demorado, mas quando tratado no início tem bom prognóstico podendo haver desaparecimento das manchas.

Além dos tratamentos específicos de cada mancha, seja ela clara ou escura também é importante manter a limpeza, hidratação e fotoproteção para conseguir melhores resultados.

Cuide da sua pele.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &