Cabelos e atividade física: Dra. Tatiana Steiner

Publicado por link9 em

O suor é produzido pelas glândulas sudoríparas e é constituído de água, cloreto de sódio (sal) e sais minerais.

A fibra capilar funciona como uma espécie de esponja, que acaba absorvendo a umidade, principalmente se os fios não forem tratados adequadamente e bem hidratados.

A umidade local, intensificada pelo suor, pode estimular a proliferação de fungos e causar dermatites na região, quando não é realizada a limpeza correta. É importante lavar o cabelo após a atividade física para remover os resíduos do suor, mas é fundamental cuidar e hidratar para evitar que os fios fiquem danificados e ressecados.

Ao contrário do que muitos pensam, lavar diariamente o cabelo não causa prejuízo aos fios, e dependendo do tipo de cabelo (muito oleoso), é importante que a lavagem ocorra diariamente. Cabelos mais secos podem ser lavados de 1 a 2 vezes por semana. A lavagem deve estar de acordo com o tipo de cabelo.

Os shampoos são agentes detergentes, responsáveis pela limpeza do couro cabeludo, ajudando a remover o sebo produzido pelo suor, restos celulares, ácidos graxos dos produtos, partículas metálicas oxidadas, impurezas e a oleosidade local.

Os condicionadores, usados após a lavagem, têm a função de neutralizar as cargas negativas do fio, reduzir o frizz, proporcionar maciez e facilitar o penteado. Importante nutri-lo com algum produto sem enxague, como óleo, reparador ou selador de pontas. Máscaras hidratantes também ajudam na proteção e podem ser usadas a cada 15 dias.

Durante o uso do secador, ideal utilizar temperatura morna ou fria e manter a uma distância dos de 15 cm fios (deixar em média uns 15 cm de distância), para evitar o ressecamento e principalmente a quebra.

Existem algumas substâncias à base de silicone que conseguem fazer com que a cutícula do cabelo – responsável pela força e integridade dos fios – se recupere dos efeitos externos de forma mais rápida, mantendo-o fortalecido e menos quebradiço.

O leave-in também ajuda, principalmente os que possuem proteção solar, pois eles criam uma película protetora. Para cabelos mais secos e com tendência ao frizz, o creme de pentear é muito bem vindo!

Embora fotoproteção do cabelo seja um tema importante, ainda é pouco difundido e para quem pratica atividades ao ar livre, produtos com proteção solar ajudam a prevenir o fotoenvelhecimeto capilar.

A luz ultravioleta é prejudicial para a fibra capilar. Os raios ultravioletas (UV) degeneram a queratina, proteína que forma o fio, fazendo com que perca a sua integridade, expondo as partes internas onde ficam os pigmentos que dão cor aos cabelos (melanina). Desse modo, o fio pode ficar desbotado (queimado), quando exposto ao sol diretamente, especialmente se tiverem sofrido processos químicos como permanentes, tinturas ou alisamentos.

Para evitar estes danos, o uso de shampoos e condicionadores com proteção solar é fundamental, pois esses produtos possuem partículas minúsculas que são capazes de aderir aos fios, formando uma barreira contra os raios nocivos do sol. O produto permanece no fio mesmo depois de enxaguado.

Usar boné também é boa alternativa para evitar o ressecamento do fio pela ação solar durante a prática de exercícios ao ar livre.

Outra possibilidade para aquelas que não querem lavar demais os fios, mas que suam muito na cabeça, é a aplicação de toxina botulínica diretamente no couro cabeludo. Por meio de injeções, a substância é aplicada, bloqueando o impulso nervoso que estimula a produção de suor pelas glândulas, deixando os fios menos oleosos e o cabelo arrumado por mais tempo.

Essa técnica de aplicar injeções de toxina botulínica no couro cabeludo vem sendo usada há algum tempo, principalmente nos Estados Unidos, para evitar que as mulheres suem na região durante a prática de atividades físicas, mantendo o penteado mesmo depois da academia.

Quem está habilitado para fazer esse tipo de tratamento são os dermatologistas, que saberão aplicar na medida certa.

 

Dra. Tatiana Steiner - CRM 109788 / RQE 24723

Dermatologista, Especialista pela SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia)

Tricologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &