O que é Olheira?

A queixa de olheira é muito freqüente em qualquer idade. Os círculos escuros, afundados e as vezes com bolsas deixam aparência cansada e comprometem a estética do rosto.

A chamada olheira pode ser dividida em dois tipos básicos: aquela onde existe a mudança de cor e aquela onde a pele está flácida ou com bolsas de gordura. A primeira ocorre mais em pessoas jovens e tem relação com algumas etinias. Neste caso ela ocorre desde cedo, comprometendo as crianças e piorando nas situações de cansaço e estresse. Nelas também podemos analisar dois aspectos distintos que explicaremos a seguir.

Quando os olhos são muito fundos com um degrau em relação a região da pálpebra a olheira fica ainda mais realçada.

Numa segunda situação só existe a mudança de cor, sem afundamento dos olhos.

Em muitos casos os vasos superficiais localizados nesta região são os grandes responsáveis pelo aspecto de olheira.

A pele da pálpebra é fina e sem glândulas sebáceas. Ela é mais delicada, seca, sensível e por transparência deixa evidente os vasos da região. Lembrar que a pele que cobre a área dos olhos é muito delicada, tem apenas 0,4 milímetros de espessura, enquanto o restante do corpo mede 2 milímetros.

Estes vasos são naturais, porém em grande quantidade e dilatam e contraem conforme estímulos internos e externos.

Este é o motivo pelo qual situações de cansaço, pré menstruação, ressaca, doenças, entre outros deixam mais evidentes estas marcas profundas no olhar. O atópico, individuo com forte tendência alérgica, tanto na parte respiratória (asma, rinite) como na pele (dermatites) é mais propenso a ter olheiras e piora o aspecto da mesma em cada crise da doença.

No caso das pessoas com olheiras que tem olhos afundados, os vasos também são responsáveis pelo escurecimento mas o afundamento do olho deixa a região mais evidente e marcada.

Este tipo de traço piora com envelhecimento do rosto. o tom da pele de cada pessoa também evidencia mais ou menos o aspecto das olheiras. Pessoas mais pálidas e morenas tem uma aparência mais marcante evidenciando a mudança de cor da região palpebral.

Em geral, embora o sol cause prejuízos à pele, quando o bronzeamento é maior as olheiras ficam menos evidentes.

Com o passar do tempo o rosto vai ficando mais manchado e a pele torna-se mais flácida.

As manchas ocorrem porque a célula que produz o pigmento, perde a capacidade de distribuir o pigmento de maneira homogênea acumulando o mesmo em certas regiões. Além disso os vasos que estão na região das olheiras provocam discretas hemorragias e a hemosiderina permanece na pele causando uma tatuagem natural. Este pigmento é muito difícil de ser eliminado devido a sua profundidade.

A flacidez piora com os passar do tempo pois a produção de colágeno, torna-se menos eficiente. A pele da pálpebra por ser mais fina evidencia mais esta flacidez.

As bolsas de gordura na região da pálpebra são marcas registradas de alguns indivíduos.

Estas podem acumular com o tempo e causar uma aparência inestética comprometendo a qualidade de vida deste individuo.

Há muitos tratamentos que podem ser feitos para a correção das olheiras desde cremes até procedimentos com laser e cirúrgicos.

Os cremes podem ter princípios ativos descongestionantes, calmantes, clareadores e também aqueles que estimulem o colágeno.

Estes produtos também podem ser corretivos com pigmentos cor da pele.

Os cremes devem e podem ser usados diariamente duas vezes ao dia e á noite. Antes do filtro solar durante o dia. Os produtos antiolheiras são mais eficientes quando usados como coadjuvantes de outros tratamentos.

O laser ou luz pulsada tem sido muito utilizados para destruir o excesso de vasos e também o acúmulo de hemosiderina.

Há necessidade de várias sessões feitas com laser específico e energia controlada.

Em alguns casos a cirurgia é a melhor opção, retirando o excesso de pele e a bolsa de gordura ou somente a bolsa de gordura.

Peelings suaves, à base de ácidos retinóicos, glicólico ou solução de jessner, em concentrações adequadas para a área dos olhos, promovem a renovação da camada superficial da pele, amenizando as olheiras.

O peeling de fenol, que é profundo pode clarear as olheiras e também diminuir a flacidez devido seu potencial na produção de colágeno.

O tratamento das olheiras ainda é um desafio para o especialista.

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &