Ginástica Facial

 

  1. Como eu cheguei à ginástica facial

Há 17 anos sentia descontentamento com a fisionomia entristecida e cansada que tomava conta do meu rosto. O corpo ia bem, firme e forte, elástico e ágil, exatamente como deveria estar quem praticava atividade física com regularidade. Encontrei Simone Angerami, que foi discípula de Miss Craig, a mãe da ginástica facial. Com a prática dos exercícios faciais os resultados satisfatórios logo me surpreenderam. “Mergulhei de cabeça” no assunto e dediquei-me ao trabalho de pesquisa, buscando consultoria de profissionais altamente capacitados em vários campos da área da saúde. Todos os relatos aqui contidos traduzem os resultados das pesquisas e as conclusões colhidas ao longo desses 16 anos de dedicação plena.

 

  1. Para que serve a ginástica facial?

Da mesma forma que exercitamos os músculos do corpo, também precisamos trabalhar os músculos do rosto, pescoço e colo. O objetivo é melhorar o tônus muscular, ou seja, fornecer maior elasticidade para os músculos, fazê-los mais encorpados e, consequentemente, ganhar melhor aparência. Ocorre que temos plena consciência desse processo corporal, mas não fomos acostumados a nos familiarizar com a existência dos músculos faciais: eles existem e são muito obedientes quando solicitados!

 

  1. Para quem serve a ginástica facial?

O Programa Bartira Bravo divide o público-alvo da seguinte forma: Prevenção: para jovens, a partir de 25 anos, que querem prevenir a flacidez; Recuperação: para pessoas de todas as idades que desejam rejuvenescer ou retardar o envelhecimento;

Emagrecimento: para pessoas que estão fazendo dietas não ficarem com o rosto abatido e envelhecido por causa da perda de peso;

Manutenção de cirurgias plásticas: a ginástica facial faz a manutenção do procedimento e promove o volume através do encorpamento das fibras musculares; Atletas: para esportistas ficarem com o rosto tonificado, modelado e compatível com o corpo; Portadores de paralisia facial: nos casos em que a enervação não foi comprometida, a ginástica facial pode ser um dos agentes recuperadores dos movimentos.

 

  1. Em quanto tempo os resultados aparecem?

Os resultados são rápidos e podemos classificá-los em duas fases: os primeiros resultados começam a aparecer durante ou depois do primeiro mês de prática. A fisionomia ganha leveza, o praticante tem a sensação de apresentar aspecto mais saudável. Há relaxamento nos pontos que estavam involuntariamente presos, como se estivessem pinçados. Os grandes resultados começam a surgir a partir do segundo mês de exercícios feitos com regularidade. Já se pode perceber o levantamento das linhas das sobrancelhas, dos olhos e dos lábios. O contorno do rosto e pescoço também se acentua, a testa movimenta-se mais harmonicamente e as bochechas ganham vigor.

 

  1. Quanto tempo é necessário exercitar os músculos da face diariamente?

De acordo com a particularidade de cada caso, o tempo que se gasta, por dia, varia de 10 a 20 minutos. Se os exercícios forem interrompidos, poderão ser completados a qualquer momento porque a musculatura facial não requer aquecimento.

 

  1. É necessário fazer sempre no mesmo horário?

Os exercícios dispensam rotina de horário, podem ser feitos cada dia num horário. Só é necessário fazê-los com calma e sentado(a) de forma correta.

 

  1. É obrigatório o uso do espelho?

Há necessidade de olhar no espelho para executar os movimentos de forma correta. As visitas ao espelho presenteiam os praticantes com a quebra da rigidez interna e a busca das metas pessoais de mudanças. Para fazer ginástica facial sem espelho é obrigatório que os movimentos já estejam incorporados corretamente, o que leva algum tempo.

 

  1. É necessário o uso de algum creme para fazer os exercícios?

Sim. O objetivo do uso do creme é lubrificante, para não se correr o risco de ficar com a pele marcada pela repetição dos movimentos.

 

  1. Os homens também podem fazer a ginástica facial?

Os homens devem fazer a ginástica facial para ter o rosto harmônico, descontraído e com os músculos firmes. Da mesma forma que a qualidade de vida é pré-requisito para a saúde, a boa aparência reforça a autoestima. O mercado de trabalho, cada vez mais competitivo, lê na boa aparência um atributo essencial.

 

  1. É possível recuperar a musculatura do rosto em qualquer idade?

Quanto mais cedo se começa, mais resultados de prevenção contra o envelhecimento serão obtidos. Aos 40 anos a musculatura tem maior resposta, quantitativamente falando, do que aos 65 anos. Em qualquer idade os exercícios musculares melhoram a tonicidade e a aparência do rosto, pescoço e colo. É sempre possível retardar o envelhecimento. A musculatura recupera a forma e o volume, dentro dos limites existentes para cada idade.

 

  1. Movimentos errados podem provocar danos?

Sim. Exercícios inadequados podem trazer efeitos colaterais como tensão cervical, tensão na articulação temporomandibular, retração gengival e até perda óssea no maxilar ou mandíbula.

 

  1. É verdade que a ginástica facial deixa a pele marcada?

A ginástica facial feita corretamente não deixa a pele marcada, porque são contrações musculares conscientizadas e cadenciadas, não são carregadas de tensão.

 

  1. Como é feito o tratamento?

O programa é preparado de acordo com as características individuais, com as medidas do rosto e as prioridades do cliente.

 

  1. Quanto tempo demora o tratamento?

O tratamento completo consta de oito sessões que podem ser semanais ou quinzenais. O cliente recebe apostila com os exercícios para fazer em casa.

 

  1. Como funciona o Programa Bartira Bravo?

O processo natural de envelhecimento acarreta a perda de tonicidade muscular. As tensões do dia-a-dia vão marcando silenciosa e implacavelmente o rosto, aprofundando os sulcos e agravando as rugas com movimentos repetitivos e expressões rígidas em consequência do estresse. O tratamento atua na tonificação muscular e, ao mesmo tempo, na reeducação das posturas faciais, o que significa, através de movimentos adequados, ensinar os músculos envolvidos em ações involuntárias a incorporarem ações voluntárias, obedecendo ao comando.

 

  1. É possível fazer aplicação de toxina botulínica e praticar ginástica facial ao mesmo tempo?

Toxina botulínica e ginástica facial são procedimento e técnica com princípios antagônicos. A toxina botulínica deixa a musculatura em total descanso e a ginástica facial a coloca em total atividade. Só é possível usufruir de ambas em momentos diferentes.

 

  1. Os resultados são os mesmos em todas as pessoas?

Os resultados variam em cada pessoa, dependendo de uma série de fatores. O primeiro deles são as tendências genéticas. Segue-se o biótipo: as pessoas de massa muscular mais densa obtêm respostas mais rapidamente. Os fumantes continuam levando desvantagem em tudo: os resultados demoram mais para aparecer. As pessoas de pele mais clara, naturalmente desprotegidas, com maior tendência à flacidez, precisam de maior dedicação.

 

  1. Se a ginástica facial melhora a aparência, o praticante fica mais feliz?

Podemos afirmar que a ginástica facial alavanca a nossa autoestima. É difícil avaliar o quanto nos amamos e nos aprovamos, mas sentimos perfeitamente quando essa medida está em alta ou em baixa. Com a aparência física renovada, sentimo-nos mais confiantes e alegres, funcionando melhor no trabalho e na vida pessoal.

 

  1. É verdade que é melhor sorrir do que chorar porque movimentamos menor número de músculos?

Convencionou-se que “é bom usar o menor número possível de músculos” para “marcar” menos o rosto. Essa afirmação não procede: não importa a quantidade de músculos acionados, o que conta é a emoção que desencadeia o movimento. As emoções de tristeza, dor, aflição, angústia etc. carregam o movimento de estresse e não trazem efeitos benéficos, independente do número de músculos que sejam acionados no rosto e pescoço. Não é o número de músculos acionados que implica no agravamento das rugas e dos sulcos, é a carga emocional contida nos movimentos. As emoções de prazer e alegria são altamente benéficas. O número de músculos acionados para sorrir ou para chorar pode não ser o mesmo em todas as pessoas, dependendo do formato do rosto, do tamanho da boca, da distância entre a boca e o queixo etc.

 

  1. Qual a estratégia para tornar os resultados mais eficazes?

É encarar a ginástica facial como um  projeto de vida. Para garantir resultados é importante ressaltar que a assiduidade é a chave do sucesso. Manter-se jovem dá trabalho, exige investimento de tempo, mas posso garantir que vale a pena, pois o rosto é a nossa identidade física e como em todo projeto de vida é necessário empenho!

Veja Também

Estética Facial
Estética Corporal
Fisio Dermato Funcional

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &