Estética Facial

  1. A partir de que idade eu posso fazer limpeza de pele?

Normalmente a partir de 12 a 14 anos, quando os hormônios sexuais começam a agir na pele, deixando-a mais oleosa, com cravos e espinhas.

 

  1. A limpeza de pele dói muito? O rosto fica marcado ou inchado?

Existe a ideia de que a limpeza de pele sempre é associada a dor, porque muitas vezes nós mesmos nos habituamos a apertar os cravos e as espinhas de uma maneira incorreta e sem a devida assepsia.

Quando a limpeza é feita por um esteticista, a pele é preparada com vapor, é higienizada e pode-se usar um anestésico tópico nas espinhas e lesões infeccionadas. Tudo isso atenua bastante a dor. A pele não deve ficar marcada. Se a lesão for bem retirada, não deixará marcas. Ao contrário, a limpeza bem feita ajuda no tratamento da acne e até evita marcas futuras. A pele pode ficar um pouco avermelhada logo após a extração de cravos e espinhas, mas isso pode ser amenizado com a aplicação de máscaras calmantes.

 

  1. Minhas lesões estão muito inflamadas, endurecidas, com nódulos. Posso fazer limpeza de pele?

Se a pele apresentar lesões nodulosas, endurecidas, o ideal é que se faça um tratamento com medicação local ou sistêmica, de acordo com a indicação do médico. Quando as inflamações tiverem melhorado, pode-se fazer a limpeza para esvaziamento das pústulas (espinhas).

 

  1. Não sou mais adolescente, mas a minha pele permanece um pouco oleosa. É bom fazer limpeza? As peles mistas ou secas têm necessidade de limpeza?

A limpeza de pele é um cuidado essencial e todas as pessoas devem fazer. O aparecimento de cravos e espinhas não é privilégio de adolescentes; ele é recorrente durante toda a vida. O que muda é a frequência. Peles mais secas têm menos necessidade de limpezas profundas que as oleosas e as mistas. Mas sempre que qualquer pessoa for iniciar um tratamento antienvelhecimento, sempre que for fazer um peeling, é imprescindível submeter-se a uma limpeza de pele profunda. A pele limpa e os poros desobstruídos são capazes de absorver de maneira bem mais eficaz as principais substâncias ativas dos cosméticos.

 

  1. Os peelings são mesmo necessários para o cuidado com a pele? Qual tipo de peeling devo fazer? Com que idade?

Tanto o seu médico como a sua esteticista podem lhe indicar qual peeling escolher. Os peelings são divididos em profundos, médios e superficiais. Os profundos e médios são feitos por médicos; os superficiais são feitos por esteticistas e entre eles está o peeling de cristal. Trata-se de uma dermoabrasão superficial com grânulos de óxido de alumínio que promovem uma troca superficial da pele, deixando-a mais brilhante e mais viçosa. Promove também um afinamento das peles mais oleosas, diminuindo o diâmetro dos poros.

 

Maquiagem Definitiva ou Micropigmentação

 

  1. A maquiagem definitiva de sobrancelhas pode ficar azulada?

Sim. Para que isso não ocorra o profissional deve ter bastante conhecimento de colorimetria e a partir daí indicar a melhor cor de pigmento, de acordo com a sua pele.

 

  1. A maquiagem definitiva pode ser considerada uma tatuagem?

Não. A técnica é parecida. A diferença está na profundidade em que se coloca o pigmento. A tatuagem pigmenta uma camada mais profunda da pele, enquanto que a micropigmentação é feita em uma camada mais superficial.

 

  1. O desenho da maquiagem definitiva poderá ser escolhido de acordo com o gosto do cliente?

Não. Existem limites para se trabalhar. Lógico que respeitando a vontade e a necessidade de cada um. Os pigmentos são compatíveis com as regiões onde é muito comum pigmentar; se fugirmos muito dos limites, poderemos ter migração de pigmento, acarretando assim um resultado inadequado.

 

  1. É possível melhorar uma sobrancelha mal desenhada e mal feita por micropigmentação?

Sim. É possível redesenhar e fazer modificações de cores e ângulos errados através da própria micropigmentação.

 

  1. Os lábios podem ser aumentados através da pigmentação?

Sim, porém, pouco, pois temos limites para trabalhar. Podemos definir e melhorar contornos, assim como dar cor para lábios sem cor ou pálidos. Através do processo da micropigmentação, temos como aumentar um pouco o volume dos lábios, lembrando sempre que o pigmento que foi idealizado para mucosa, se utilizado sobre a pele, poderá reagir de forma diferente. É importantíssimo que o profissional tenha bastante conhecimento para executar essa técnica.

 

  1. Podemos micropigmentar em manchas de vitiligo?

Sim, desde que a doença esteja controlada há pelo menos três anos e o diâmetro a ser trabalhado não ultrapasse 3cm.

 

  1. Quanto tempo dura a maquiagem definitiva?

Apesar do termo “definitiva”, sabemos que a pigmentação não é para sempre. Normalmente é preciso fazer retoques uma vez ao ano ou a cada dois anos. A diminuição da cor é devida à renovação celular que acontece diariamente.

 

  1. É possível clarear sobrancelhas micropigmentadas muito escuras?

Sim. Há casos em que o uso do laser é o ideal e em outros, com a própria técnica de micropigmentação, faz-se o trabalho de suavizar, utilizando substâncias clareadoras com excelentes resultados.

 

  1. Quando é indicado fazer maquiagem definitiva em olhos, lábios e sobrancelhas?

Olhos: sempre que a mulher deseja facilitar a sua vida na hora de se maquiar. Lábios: sempre que desejar ter um melhor contorno e definição labial, ou maior coloração para a boca. Sobrancelhas: quando não tiver mais pelos ou tiver poucos pelos; sempre que tiver necessidade de redefinir e melhorar o contorno e até mesmo a expressão facial.

 

  1. Qual a idade ideal para se fazer maquiagem definitiva?

Na idade adulta. Além disso, quando a pessoa tiver certeza de que quer melhorar o visual da face e de que não tem nenhuma restrição em relação à saúde.

 

Eletrólise

 

  1. Como eliminar pelos claros ou brancos (indesejáveis) na face?

Como o laser ainda não resolve o problema dos pelos brancos ou com pouca melanina, o ideal é recorrer à eletrólise, um método de depilação seguro, que, através de uma corrente elétrica que chega à raiz dos pelos, elimina-os progressivamente.

 

  1. O que é a eletrólise?

É uma técnica utilizada há bastante tempo, conhecida como depilação definitiva. Mas sabemos que é um processo progressivo, pois a eliminação dos pelos vai depender da fase de crescimento em que eles se encontram. É utilizado um equipamento com corrente de radiofrequência, com a intenção de enfraquecer o bulbo (região onde o pelo nasce) através de sua cauterização. É um método seguro adotado com o objetivo de eliminar pelos em regiões pequenas.

Veja também

Estética Corporal
Fisio Dermato Funcional
Ginástica Facial

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &