FotoFinder

O equipamento FotoFinder® é um avançado sistema desenvolvido em parceria com a Universidade de Tubigen – Alemanha, que permite ampliar as lesões cutâneas de 20 a 70 vezes, possibilitando análise, diagnóstico e laudos detalhados sobre cada problema. É uma máquina computadorizada, que fornece através de um sistema de captação de imagens de alta definição, informações sobre a morfologia das lesões de pele: benignas, pré-malignas e malignas. Com base nestas informações, o dermatologista pode armazenar as imagens obtidas para compará-las nas próximas consultas, realizar o laudo dermatoscópico informatizado, bem como, fornecer ao paciente a conduta ideal que poderá ser tomada para cada lesão observada, evitando muitas intervenções cirúrgicas desnecessárias.

O FotoFinder®, que utiliza dermatoscopia digital para detectar potencial cancerígeno em manchas ou pintas, capta as imagens através de uma ponteira com microscópio e lentes especiais que geram imagens “macro”, nas quais é possível observar as lesões de uma forma mais ampla e “micro” que fornecem estruturais detalhados. Após captada a imagem, o banco de dados mapeia a lesão, oferecendo informações precisas do diâmetro, estrutura, forma, intensidade de pigmentos  e também classifica a pinta de acordo com o seu grau de risco. Nos casos em que existem dúvidas, o aparelho dispõe de um recurso no qual a imagem é ultra-segmentada, sendo possível um diagnóstico preciso. Todos os exames realizados ficam registrados, armazenados e documentados para serem comparados com exames posteriores, permitindo ao médico acompanhar a evolução das lesões suspeitas. Outra vantagem do FotoFinder® é que, com ele é possível realizar diagnóstico precoce, o que aumenta a chance de sucesso do tratamento.

O exame é imprescindível para pacientes com histórico pessoal e familiar de câncer de pele, bem como para transplantados ou usuários de imunossupressores. Pessoas que notam alterações no aspecto de alguma lesão cutânea, também devem ser investigadas.

O câncer de pele é o mais frequente entre todos os tipos de câncer diagnosticados no Brasil e possui diferentes subtipos. Quando detectado precocemente, é o que possui os mais altos índices de sucesso no tratamento.

Atinge principalmente  pessoas de pele branca e olhos claros, que tenham antecedentes de câncer de pele na família, que se queimam com facilidade e nunca se bronzeiam ou se bronzeiam com dificuldade. Cerca de 90% das lesões localizam-se nas áreas da pele que ficam expostas ao sol, o que mostra a importância da exposição solar para o surgimento do tumor. A exposição excessiva aos raios solares, mesmo durante o inverno, sem proteção, pode aumentar e muito a probabilidade de contrair essa doença.

O número de casos de câncer de pele aumenta consideravelmente a cada ano, uma vez que os raios solares estão cada vez mais agressivos à pele. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o numero de novos casos de câncer de pele não melanoma estimados para o Brasil é de quase 56 mil entre homens e mais de 59 mil entre as mulheres. No Brasil, o câncer de pele corresponde a 25% de todos os tumores malignos registrados. O tipo mais agressivo da doença, o melanoma, é também o menos frequente, mas qualquer que seja o caso deve ser diagnosticado e tratado o quanto antes, pois a gravidade da lesão diminui e as chances de cura são aumentadas.

 

O que é Dermatoscopia Digital?

A Dermatoscopia Digital é uma técnica que permite ao médico um diagnóstico mais preciso da mancha ou pinta na pele, utilizando-se de câmera e microscópio com aumentos de 20 a 70 vezes. O Fotofinder disponibiliza em tempo real as informações necessárias para registro, comparação e análise de manchas ou pintas na pele.

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &