Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia

:: Novidades

Nova tecnologia para tratamento da flacidez com uso de fio de sustentação de Ácido Polilático (PLA)
Dra. Denise Steiner

Combater os efeitos do envelhecimento significa, sobretudo, preservar a qualidade e a firmeza da pele.

Essa nova tecnologia consiste de um fio especial de ácido polilático com a função de sustentar a pele e estimular o colágeno.

O fio de sustentação de ácido polilático é uma inovação tecnológica, pois possui cones que, introduzidos na pele, promovem um efeito de levantamento. Além disso, a substância da qual o fio é formado estimula o colágeno, promovendo maior firmeza à pele. Isso torna o tratamento natural e com resultados potencializados.

O fio de ácido polilático é indicado em algumas situações especiais: redefinição do contorno facial, recuperação de volume, melhoria da flacidez de braços, abdômen, nádegas, face interna da coxa.

É importante ressaltar que o procedimento deve ser feito por médicos preparados, pois a colocação dos fios depende de grande conhecimento de anatomia, clínica e cirurgia.

O fio de sustentação é integralmente de ácido polilático, incluindo os cones que promoverão o efeito de sustentação.

Como age o fio de sustentação de ácido polilático?

O novo tratamento combina dois efeitos: levantar a pele e estimular o colágeno.

O efeito “lifting” é imediato por ser resultante da tração e elevação do tecido no momento em que a sutura é ajustada. Após inserir a sutura, o médico aplica uma leve pressão na área do tratamento. Desta maneira, há um encaixe natural entre os cones e a pele, promovendo o efeito de elevação.

O efeito de estímulo do colágeno é gradual e natural: o ácido polilático (PLA) é um polímero conhecido há muitos anos na medicina (fios de sutura, pinos ortopédicos, próteses ósseas são todos feitos de PLA). Tais aplicações foram desenvolvidas porque este polímero em particular é biocompatível com os seres humanos, além de ser totalmente biodegradável. Após a aplicação da sutura, o ácido polilático inicia um estímulo das células formadoras de colágeno, melhorando a flacidez e aumentando discretamente o volume da região.

É recomendado para homens e mulheres com 30 anos ou mais, que buscam combater os sinais de envelhecimento, que não queiram tratamentos agressivos ou muito invasivos, mas que visam resultados autênticos e naturais.

A colocação do fio é relativamente simples, porém depende do conhecimento médico de anatomia, fisiologia, clínica e cirurgia. O procedimento deve ser feito em ambiente adequado com todos os cuidados relacionados a assepsia para procedimentos invasivos. A questão mais importante é o local da colocação dos fios para que ocorra o levantamento necessário. O médico deve, mediante a indicação clínica, escolher o exato posicionamento dos fios para que estes formem vetores adequados para a sustentação da pele. É feita anestesia local para entrada da agulha. O ácido polilático é biocompatível, porém, como em outras situações, deve ser evitado em pessoas com doenças auto imunes ou que estejam em tratamento com drogas imunossupressoras.

A indicação dessa nova tecnologia pode ser para todos os tipos de pele, mas a indicação clínica deve ser criteriosamente avaliada pelo médico.

 

voltar

2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados
2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados