Fique alerta para aproveitar o sol a seu favor, sem riscos à saúde

Publicado por link9 em

Enquanto muita gente faz de tudo para manter a pele bronzeada, a recomendação é ter muito cuidado com a exposição solar.

A Dermatologista Dra. Tatiana Steiner dá várias dicas e orientações

Proteção

O filtro solar adequado é o principal elemento para usar o sol ao seu favor e manter a saúde da pele. É preciso usar protetor com filtros UVA e UVB com FPS maior que 30, preferencialmente, sempre espalhando muito bem sobre o rosto e corpo.

Em ambientes de exposição direta ao sol, é indicado fazer uma nova aplicação a cada duas horas.

Os raios UVA estão relacionados principalmente a manchas e ao envelhecimento. Já os raios UVB são responsáveis por deixar a pele vermelha e principal fator de risco para o câncer de pele.

A proteção solar é essencial. Mesmo quem tem pele negra, apesar de possuir uma grande quantidade de melanina e ser naturalmente mais protegido do sol, também deve usar o filtro.

‘Acessórios como óculos escuros, chapéu e roupas com proteção solar devem ser usados como complementos”, aconselha a médica especialista Dra. Tatiana Steiner.

Risco em dias nublados

Em dias nublados a radiação UVA também está presente. Apesar de a luminosidade ser muito maior em dias sem nuvens, é preciso tomar cuidado diariamente, especialmente na praia ou à beira da piscina. “É importante estar o tempo todo protegido com o filtro solar”, afirma Dra. Tatiana Steiner.

Câncer de Pele

A incidência do câncer de pele tem crescido em todo o mundo e já é o tipo mais frequente de câncer. As medidas foto protetoras, como uso de protetor solar, roupas, chapéus e óculos escuros, além de evitar o sol nos horários de pico, entre 10h e 16h, continuam sendo a principal recomendação para prevenção ao câncer de pele e foto envelhecimento.

Melasma e o sol

O  melasma é uma dermatose frequente que, apesar do seu caráter benigno, provoca grande impacto na qualidade de vida dos pacientes acometidos, interferindo nos âmbitos psicossocial, familiar e profissional. Caracteriza-se por manchas escuras que aparecem em áreas expostas ao sol, localizadas preferencialmente na face. É mais frequente em mulheres e costuma surgir entre os 30 e 55 anos de idade.

O melasma pode ser tratado com objetivos de clareamento das lesões, prevenção e redução da pigmentação na área afetada. “Em geral, as manchas são clareadas com o uso de cremes diários combinados com agentes tópicos como a hidroquinona, o ácido retinoico, a vitamina C e o ácido kójico. Peelings superficiais e alguns tipos de laser também são usados como complementos, informa Dra. Tatiana Steiner.

“Porém, durante o verão, o principal objetivo do tratamento do melasma é evitar a piora da mancha (e não tanto clarear). Por isso recomenda-se uma intensa proteção solar. Filtros físicos e químicos de amplo espectro, associação de produtos com cor, proteção mecânica com óculos e chapéus”, orienta Tatiana Steiner.

O conceito principal para os portadores de melasma é que necessitam de tratamento e prevenção constantes, seja no verão ou no inverno. O melasma precisa de acompanhamento médico e tratamento contínuo para que o problema possa ser diminuído e controlado.

 

Dra Tatiana Steiner – Dermatologista

CRM 109788 / RQE 24723

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &