Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia

:: Dicas

O falso e o verdadeiro relacionados os efeitos dos raios solares sobre a pele

1) O mesmo protetor solar pode ser aplicado no rosto e no corpo

De uma maneira geral o mesmo protetor solar pode ser aplicado no rosto e no corpo, não havendo nenhum inconveniente com relação s substâncias que ele contém.

No entanto, vale observar, que há uma diferença no que se refere à oleosidade do corpo e do rosto. A pele do rosto, em geral, é mais propensa a formar espinhas e apresentar algumas irritações por entupimento.To entanto, vaie observar, que há tema diferença no que se refere à oleosidade do corpo e do rosto.

Então esse é o problema de se utilizar o mesmo filtro solar do corpo no rosto. Não pela substância em si, nem com relação à proteção, mas sim, em relação ao favorecimento para formar espinhas e irritação por entupimento.


A pessoas corra tendência a, peles mais oleosas, acneicas, seborréicas, etc., deveriam escolher para. passar no rosto um protetor solar tipo gel e, para o corpo, não precisariam ter essa preocupação, podendo utilizar uma loção cremosa, ou mesmo os protetores mais fortes, tipo bloqueadores.

2) Por quê alguns bloqueadores, em contato com o sol, causam irritação na pele?

Na verdade, não são bloqueadores que causam irritação na pele. O que pode ocorrer, em algumas pessoas que têm tendência à formação de espinhas e a pele mais oleosa, é que ao usarem filtro solar com fator mais alto, principalmente os do tipo bloqueadores, com algum potencial comedogênico, elas passem a apresentar irritações na pele, como o surgimento de bolinhas. Isso pode acontecer no rosto, às vezes no colo e na parte superior das costas, que são justamente as áreas com mais quantidade de óleos e de sebo e, portanto, com maior potencial{ de entupimento. Vale lembrar que o filtro solar também pode causar alergia e quanto mais quantidade de substâncias ele tiver, maior será a chance da pessoa ter problemas alérgicos.

3) 0 guarda-sol é fundamental na exposição ao sol? Existe alguma recomendação quanto ao material - plástico, tecido e cor?

O guarda-sol é fundamental na hora da pessoa se expor ao sol. Mesmo que todos os cuidados sejam tomados, como usar protetor solar e até bloqueador espalhando-os adequadamente em todo o corpo, esses produtos ainda não conseguem evitar que haja uma, penetração dos raios solares na pele. E o resultado disso, em. algumas pessoas, é a pele manchada. Então, para que se consiga um bronzeado adequado e para que se tenha as férias de uma maneira mais saudável aconselha-se além do filtro solar que a pessoa evite os exageros do sol.

Por isso que é importante o uso do guarda-sol. Ele vai permitir que se tenha. uma trégua dessa radiação principalmente quando a pessoa vai permanecer muitas horas exposta ao sol. 0 material ideal para o guarda-sol é o tecido e a cor deve ser de preferência clara, pois reflete mais. Embora essa seja unia questão controversa, porque se o tecido claro reflete os raios de sol, esses raios refletidos vão para algum lugar, ou seja, podem ir para a areia e acaba refletindo novamente na pessoa.

Mas o tecido escuro ele absorve essa radiação e, também, provoca. um aquecimento no local. Então o ideal é que o guarda-sol tenha uma cor intermediária - nem muito clara, nem muito escura - para que ele não torne o local muito quente e absorva os raios solares.

Atualmente já existe nos Estados Unidos e na Austrália alguns tecidos específicos para proteção dos raios ultravioleta. Esses tecidos especiais têm uma interação adequada e realmente impedem a passagem dos raios ultravioleta que são prejudiciais à pele.

Geralmente a trama dos tecidos desses guarda-sóis é mais fechada e o material é específico para interagir com o sol. A cor também é avaliada de acordo com a capacidade de absorção da luz.

4) Na hora de expor ao sol é importante a pessoa usar óculos de sol e chapéu?

Sim, é importante a pessoa proteger-se do sol fazendo uso de óculos de sol e chapéu do mesmo modo que é importante a utilização do guarda-sol. Mesmo que a pessoa consiga passar o filtro várias vezes ao dia, o sol continua castigando todas as estruturas par isso ó muito importante o uso do chapéu - para proteger a cabeça e os cabelos, e até mesmo o rasto - e óculos de sol - para proteger os olhos.

Os óculos de sol são muito importantes porque a radiação ultravioleta tem um nível de penetração nos olhos, que são sensíveis à essa radiação. As pessoas de olhos claros - azuis e verdes - são consideradas fotofóbicas e apresentam mais sensibilidade. Contudo, os óculos de sol são aconselhadas para todas as pessoas indiscriminadamente.

5) Quais são os cuidados que a pessoa deve ter quando a pele ja está manchada?

Quando a pele já está manchada não há nada que a pessoa possa fazer de imediato para, resolver o problema. Contudo, é preciso que ela continue a usar filtro solar para evitar que as manchas piorem ainda mais. Aconselha-se também a utilização de um bom hidratante para que a pele fique mais protegida.

Não existe uma fórmula mágica para se retirar manchas. Por isso, o ideal é que ao regressar das férias a pessoa procure um especialista e identifique qual é o tipo de mancha que está aparecendo na sua pele, para que ela possa ser tratada. As manchas de cor marrom, associadas á melanina tendem a piorar mais no verão. E, vale destacar que nenhuma mancha acastanhada melhora rapidamente. Essas manchas precisam de uma medicação adequada, que deverá ser prescrita pelo médico, e algumas vezes até necessitam da utilização de outros recursos, para que melhorem significativamente.

6) Como evitar a desidratação da pele no verão?

Na época do verão, justamente por causa do calor, as pessoas transpiram mais.
Portanto existe um componente natural que ajuda na hidratação da pele, que é o próprio suor. Além disso, ainda relacionados
com o mecanismo natural da pele, no verão há maior produção de óleos e de sebo, os lipídeos, que são os óleos naturais da pele.

De uma maneira geral, a pele costuma ficar mais hidratada no verão. Mas, assim que a pessoa começa a tomar sol, automaticamente, vai ocorrendo uma agressão na pele que também influi na hidratação. Então o que pode ocorrer é uma desidratação por causa do sol, em grau médio e excessivo.

Se a pele ficar queimada ou chegar a ter bolhas, ou até descamar, é sinal que esta está desidratada. Para evitar que isso ocorra é importante que se mantenha o uso de um bom hidratante pelo menos uma vez por dia.

0 hidratante ideal para ser usado no verão é aquele de barreira, que tenha em sua formulação urna substância que formará uma película na superfície da pele, evitando que a mesma tenha urra perda natural de água alantoina, glicerina, silicones, óleos naturais entre outros.

Também podem ser utilizadas substâncias que são hidroscópicas, que puxam a água para si, tais corno, uréia, acido hialurônico, hidrolisados de proteína, lactato de amónia, etc.
Deve-se evitar usar no alto-verão os hidratastes à base de ácidos porque, embora eles sejam hidratantes podem se tornar agressivos à pele, por provocarem microesfoliação.

7) A exposição ao sol pode provocar o aparecimento de novas rugas?

De uma maneira geral, durante o período de exposição ao sol, a pele resseca mais e pode ficar com o aspecto mais curtido, menos suave e até com aparência de rugas mais novas. Contudo, as rugas de final de verão, elas não são rugas permanentes e na verdade refletem um engrossamento da pele.

No entanto, o acúmulo de vários verões tomando sol, somados à agressão da radiação ultravioleta, propiciam o aparecimento de rugas permanentes.

É importante saber que todo o sol que nós tomamos no decorrer de nossa vida, provocará um dato de envelhecimento, inclusive, em relação às rugas propriamente ditas. Contudo, o sol de um único verão não é capaz de formar rugas, principalmente, aquelas profundas.

8) 0 que a pessoa deve fazer para não danificar mais a pele?

Os cuidados básicos são, alimentação equilibrada; ingerir muito liquido; tomar sol na medida certa.; usar constantemente filtro solar passando em toda o corpo, várias vezes ao dia e de maneira adequada, espalhando-o bem; usar chapéu e óculos escuros e hidratastes pós-sol.

Os produtos à base de vitaminas, principalmente as vitaminas C e E, antioxidantes, neutralizam as ações danificadoras dos raios ultravioleta.

9) Os efeitos do sol na pele são cumulativos e somente o médico pode cuidar da pele danificada?

Infelizmente os efeitos do sol na pele são sempre cumulativos e acontecem desde a primeira infância, desde o primeiro raio de sol atingindo-a. Além disso deve-se considerar a cor da pele da pessoa, e que cuidados ela teve até então.

A pessoa pode cuidar da pele tornando os devido cuidados já mencionados tais como, usar hidratantes, produtos anti-oxidastes, etc. Contudo, quando a pele estiver danificada, muito envelhecida ou com suspeita de câncer de peie, somente o médico poderá resolver.
 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

voltar

 

2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados
2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados