Câncer de Pele

O que é?

Câncer da pele é o crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Qualquer célula que compõe a pele pode originar um câncer, logo existem diversos tipos de câncer de pele, os mais comuns são os carcinomas basocelulares (CBC), os carcinomas espinocelulares (CEC); e o melanoma cutâneo, mais perigoso dos tumores de pele.

 

Informações

O câncer de pele é o câncer mais comum do ser humano, responsável por 1/3 de todos os casos de câncer do mundo. Dados americanos mostram que 1 em cada 6 americanos desenvolverá câncer de pele ao longo de suas vidas.
O principal fator de risco no desenvolvimento de câncer de pele é a exposição solar. O risco de câncer de pele em indivíduos brancos dobra a cada 8-10º de decréscimo de latitude, mostrando que quanto mais próximo do equador, maior a exposição solar, maior o risco de câncer de pele. A exposição solar crônica é o fator mais importante na gênese de um câncer de pele. O risco de desenvolver um CBC é 5 vezes maior aos 75 anos se comparado a um indivíduo de mesma cor de pele com 50 anos. Isto mostra a importância do efeito cumulativo da exposição à radiação solar. Contudo, a exposição aguda, as queimaduras solares que geram bolhas, também são fatores de risco no desenvolvimento de câncer de pele. Pessoas com história de queimaduras solares na infância têm um risco maior de desenvolver melanoma.

O tabagismo também é fator de risco, principalmente no desenvolvimento de Carcinoma espinocelular.

 

Todos os tipos de pele estão sujeitos

O câncer de pele pode surgir em qualquer tipo de pele, porém, é extremamente mais frequente nos indivíduos de pele clara.

 

Como tratar

O dermatologista está na linha de frente na prevenção, diagnóstico, tratamento e seguimento dos cânceres da pele. Os tipos de câncer mais frequentes são o basocelular e o espinocelular. Este profissional está apto também a detectar precocemente as pintas malignas (melanoma cutâneo).

 

Como evitar

Proteção solar: o uso de protetores solares apropriados ao tipo de pele do individuo é fundamental. O protetor solar deve ser usado em todas as partes do corpo expostas ao sol, sendo reaplicado a cada 3 horas. A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda que todas as medidas de proteção sejam adotadas quando houver exposição ao sol: uso de chapéus, camisetas e protetores solares. Também deve ser evitada a exposição solar entre 10 e 16h (horário de verão). É importante ressaltar que as barracas usadas na praia sejam feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta. As barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material.

Nos indivíduos muito claros ou com história familiar de câncer de pele (principalmente melanoma), um exame de rotina por dermatologista experiente é recomendável. Este “check-up” pode ser feito anualmente ou semestralmente de acordo com a necessidade.

 

 

Como posso reconhecer um câncer de pele

CBC ou CEC

CBC: O CBC é geralmente uma lesão avermelhada e brilhante, tendo um brilho perolado. Pode ser também uma ferida que não cicatriza.

CEC: Pode acometer toda a pele e também dentro da boca. Em geral é uma ferida que não cicatriza ou uma lesão com superfície endurecida, áspera.

Melanoma

O melanoma é geralmente uma lesão enegrecida, escura. Pode ser plana (somente mancha) ou formar nódulos ou feridas. Pode surgir de lesões pré existentes (pintas ou sinais). Toda lesão pré-existente que sofrer alguma alteração deve ser prontamente examinada por um médico dermatologista. Existe uma regra mnemônica , o ABCD para saber quando uma pinta ou sinal pode ser um câncer de pele:

Assimetria

 

Borda

 

Cor

 

Dimensão

Leia mais

Tipos de Câncer de Pele
Câncer de Pele X Sol
FotoFinder

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &