Alterações das unhas

O que é?

As unhas são anexos cutâneos e formadas por diferenciação de alguns segmentos da pele. Elas possuem muita queratina e estão envolvidas no processo de proteção do organismo em relação ao meio externo. As unhas, até mais do que a própria cútis, são termômetros do que está ocorrendo no organismo humano. Um exame atento a estas estruturas pode auxiliar em diagnósticos difíceis, bem como permitir um tratamento precoce de doenças internas. Isto ocorre porque estas estruturas crescem continuamente e recebem estímulos hormonais diversos ou até mesmo alterações nutricionais, podendo interromper seu crescimento ou apresentar alterações de estrutura.

 

A unha normal é transparente, lisa, suave, permanecendo colada ao seu leito e apresentando crescimento contínuo. A unha das mãos demora em média, de 5 a 6 meses para crescer da base até a ponta, e dos pés de 8 a 12 meses. É bom lembrar que existem variações individuais, relacionadas a raça, idade, ambiente, ocupação, etc. Diversas alterações na cor, aparência, superfície e crescimento podem significar problemas internos.

 

Embora as mais comuns sejam causadas por fungos (micoses) e traumas (unha encravada), outros fatores podem estar implicados (doenças internas: cardio-respiratórias, vasculares e doenças dermatológicas: psoríase, liquem plano). Cabe ao dermatologista elucidá-las e tratá-las, clínica ou cirurgicamente.

Veja também

Doenças

Doenças Alterações nas unhas
Anemia Unhas quebradiças, secas, opacas, sulcos transversais (vários), coiloniguia (formato côncavo da unha), onicólise (descolamento distal)
Doenças cardíacas Unhas curvadas para baixo, alargada, coloração arroxeada e pontos arroxeados
Doenças Renais Engrossamento das unhas, coloração amarelada ou cinzenta, linhas transversais esbranquiçadas, unha metade marrom e metade clara
Doenças no fígado Unhas de Terry – ocorre na cirrose – cor esbranquiçada na parte proximal e coloração normal na parte distal, unha pálida amarelada, arredondamento e aumento da unha
Doenças gastrointestinais Pontos hemorrágicos, unhas doloridas,frágeis e que se descolam da parte distal ou descamam
Diabetes Unhas avermelhadas e com vasos na pele, engrossamento das unhas, micose, engrossamento e endurecimento das pontas dos dedos
Hipertiroidismo (doença da Tiróide) Afinamento e enfraquecimento das unhas, descolamento da parte distal das unhas, abaulamento
Hipotiroidimo (doença da Tiróide) Unhas opacas, engrossamento
Lúpus Eritematoso Hemorragia da cutícula, manchas brancas na unha, depressão puntiformes e descolamento da parte distal da unha
Reumatismo Unhas amareladas, sulcos transversais, lúnula avermelhada e engrossamento sob a unha
Leucemia Unha quebradiça, hiperqueratose (engrossamento) ou perda total da unha
Aids Infecção das unhas por fungos e cândida, vírus e herpes e sarcoma de Kaposi (tumor vascular)

Deficiências Nutricionais

Substância deficiente Alterações nas unhas
Vitamina A Unha com aspecto de casaca de ovo, esbranquiçada e quebradiça
Vitamina B12 Linhas longitudinais escurecida, cor azul enegrecida
Vitamina C Hemorragia subunguenal, pontos avermelhados no leito ungueal
Zinco Coloração acinzentada, cutícula seca e engrossada, descamação intensa ao redor das unhas, linhas transversais bem acentuadas
Nicoitinamida B3

(pelagra – doença de alcoólatra)

Linhas transversais esbranquiçadas, ausência de brilho e descolamento da parte distal da unha

Drogas que levam a alteração de cor

Drogas em excesso Alterações nas unhas
Minociclina Cor azulada nas unhas
Tetraciclina Cor marrom e descolamento distal
Anticonvulsivantes Diminuição do tamanho das unhas
Antidepressivo Unhas com manchas brancas
Retinoídes Afinamento das unhas, leuconiguia (pontos brancos)

Leia mais

E as unhas? Como estão?

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &