Unha Encravada

Inflamação comum, dolorosa, redicivante que ocorre nos dedos dos pés, principalmente no primeiro dedo (também conhecido como: dedão do pé), podendo ter várias causas. Ocorre um crescimento da unha em direção a pele, provocando lesão, inflamação e muitas vezes crescimento do tecido granulomatoso. As atividades que causam traumas nas unhas dos pés podem contribuir para o problema. Além disso, outros fatores como anormalidades na forma da unha, podem favorecer o encravamento. Sapatos apertados e meias sintéticas também ajudam no aparecimento do quadro. É comum em homens na faixa etária entre 10 a 30 anos.

O tratamento da unha encravada pode ser feito sem cirurgia, caso o quadro seja inicial. O tratamento cirúrgico consiste em limpeza local, anestesia infiltrativa e remoção parcial da área acometida e o canto encravado. Isto é feito com o corte de uma faixa estreita da parte lateral da unha chegando até a matriz da mesma. Se houver tecido de granulação ele é curetado (raspado) e também usado o fenol 88% para cauterizar. Alguns colegas utilizam pontos e outros não, sendo feito curativo após a retirada do garrote. O curativo utiliza gaze e micropor que envolvem e pressionam levemente a unha operada. Dessa forma, o local é protegido evitando sangramento e contaminação. O paciente permanece com o curativo por 5 dias, período em que usa calçados especiais. Em geral, essa cirurgia é bem-sucedida e a unha não volta a encravar.

Lembrar que é necessário o diagnóstico médico porque nem sempre a inflamação com dor nesse local é unha encravada e, portanto, há necessidade da avaliação pelo especialista para fazer o diagnóstico e tratamento correto.

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &