Melanoma

O que é

O melanoma é um tumor maligno que se desenvolve a partir das células que produzem melanina, o melanócito que ocorre na pele, nos olhos, nas orelhas, no trato gastrointestinal e nas mucosas. É o tumor de pele mais grave, principalmente quando atinge a circulação sanguínea ou linfática, alcançando outras partes do corpo dando origem ás chamadas metástases, podendo levar à morte nestes casos. A incidência do melanoma maligno está aumentando rapidamente no mundo inteiro. A maior incidência desse câncer é na austrália e Nova Zelândia. Os homens são cerca de 1.5 vezes mais propensos a desenvolverem melanoma do que as mulheres
Indivíduo de cor branca tem risco 10x maior de desenvolver melanoma cutâneo do que negros, asiáticos e hispânicos.Existem alguns fatores de risco para o desenvolvimento do melanoma:
História pessoal de sinais atípicos
História familiar melanoma
Mais de 75-100 sinais (pintas)
Imunossupresão
Bronzeamento crônico
Queimaduras solares bolhosas repetidas
Sardas
pele clara, incapaz de bronzear
Cabelo ruivo ou loiro

A principal medida para evitar a lesão melanoma é tomar medidas preventivas. O objetivo é reconhecer o melanoma em seu estágio inicial.O problema é que nas fases iniciais o melanoma se assemelha muito com as nossas pintas comuns. Então como saber qual pinta é perigosa? Para fazer esta distinção existe uma regra de fácil compreensão que envolve as cinco primeiras letras do alfabeto: A,B, C, D e E. Quando um dos itens abaixo estiver presente, a recomendação é procurar um dermatologista para uma avaliação mais detalhada.

A – de assimetria: isto é, se imaginarmos uma divisão ao meio da pinta, os dois lados não são iguais.

B – de borda: se esta for irregular, serrilhada ou não uniforme.

C – de cor: se tiver diversas cores em uma mesma pinta.

D – de dimensão: se for maior que 6 mm de diâmetro.

E – observar se a pinta está mudando de tamanho, forma ou cor.

Além desta regra, o dermatologista examina as pintas com um aparelho com lentes e iluminação especiais que permitem enxergar as camadas internas das pintas com aumento de até 70x. Este aparelho é o dermatoscópio.

 

Como tratar?

O tratamento do melanoma é a remoção cirúrgica, após a remoção a lesão é avaliada histologicamente e estadiada para observar risco metástase.

Leia mais

Autoexame de Melanoma

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &