Estrutura Ciclo Capilar

O que é

O cabelo tem três fases de vida: anágena, catógena e telógena.

Na fase anágena a raiz está profunda e as células estão se dividindo intensamente neste local.
Esta fase é considerada a fase de crescimento capilar e dura cerca de 4 anos.

Na fase catágena há diminuição da divisão celular e a raiz superficializa. É uma fase intermediária que dura cerca de 3 semanas.

Na fase telógena as células param de dividir e o folículo esta muito superficial. Nesta fase o cabelo cai e o processo inicia novamente. É considerado a fase de repouso e dura cerca de 3 meses.

O cabelo faz este ciclo constantemente ocorrendo cerca de 20 ciclos durante toda a vida.

O fio de cabelo é formado pela cutícula (parte externa e envoltória), córtex (parte intermediária) e parte interna (medula). A cutícula é a proteção do fio de cabelo. Há escamas que se encaixam e formam este envoltório. Quando a cutícula está desgastada e perde pedaços o cabelo fica ressecado e com pontas duplas. O córtex é formado de células queratinizadas e proteínas como queratina, cisteína e melanina. A medula é o coração da hoste do fio de cabelo e sua função é desconhecida.

O cabelo quando envelhece tende a afinar progressivamente. Fatores hormonais, genéticos e ambientais favorecem este afinamento. Aos 20 anos o cabelo é espesso, bem queratinizado e com cutícula integra. Pode haver problemas específicos em cada pessoa (anemia, hipotiroidismo, entre outros) que provocam queda, mas caso contrário o cabelo é perfeito.
Aos 30 anos já há discreto afinamento e a cutícula já apresenta rachaduras deixando as pontas mais secas.
Dos 40 aos 50 anos ocorrem mudanças hormonais, baixa de estrógeno, afinamento e queda mais intensas.
O estrógeno é o hormônio positivo e estimulante para o cabelo e portanto sua diminuição dificulta o crescimento e o estímulo da espessura . Neste período devido a processos químicos de tintura o cabelo está bem ressecado.
Após os 60 anos o cabelo fica muito fino, frágil e seco. As fragilidades individuais tendem a se acentuar. Algumas mulheres tem a calvície senil. O estrógeno se mantém baixo e dificulta o crescimento e reposição capilar.

 

Estrutura

O cabelo possui uma complexidade impar. São diversas estruturas vivas integradas ao nosso organismo e que existem com a função de proteger certas regiões, como o couro cabeludo contra a ação do frio, do calor e da luz solar. O fio de cabelo (ou haste capilar) é formado por três partes (de fora para dentro, respectivamente), cutícula, córtex e medula.

A estrutura do fio é basicamente constituída de queratina, proteína que possui alta concentração de cisteina – aminoácido responsável pela elasticidade e flexibilidade dos fios. A cutícula, camada externa, é composta por células de quetatina sobrepostas como escamas e tem como função proteger o córtex (parte mediana) contra agressões externas (sol, vento, poluição…) além de manter a maciez e o brilho das mechas. Cabelos bonitos e com brilho possuem a cutícula íntegra e saudável, com suas escamas encaixadas de forma perfeita, bem fechadinhas, envolvendo a haste capilar, que é a parte visível do fio. Quando a cutícula é agredida, ela racha, abre e se desprega, formando as conhecidas pontas duplas.

O córtex e a parte interna mais importante do fio, sendo responsável pela elasticidade e resistência do cabelo. É também formado por queratina e, no seu interior, dentro das células queratinizadas, é composto por melanina – proteína responsável pela cor dos fios. Já a camada mais interna do cabelo é a medula. Seu canal pode estar vazio ou preenchido por queratina esponjosa. Ao sofrer impacto de produtos químicos agressivos ela pode se quebrar até desaparecer.

No couro cabeludo saudável existem cerca de 100 a 150 mil fios, que têm sua origem nos folículos capilares localizados na raiz do cabelo. A densidade capilar está relacionada ao número de folículos e ao número de hastes capilares que nascem em cada um deles. Ou seja: quanto mais hastes nascem por folículo, mais cheias são as mechas. A média, na idade adulta e dentro da normalidade, são cerca de 300 folículos por cm2 do couro cabeludo e, em cada um deles, devem crescer por volta de quatro hastes.

Essas quantidades dependem, principalmente, além da genética, da idade de cada pessoa. É normal ocorrer variação no volume de cabelos ao longo da vida. Durante a fase adulta é esperado que haja com o passar do tempo e de forma bem lenta, uma diminuição no número de folículos e também de fios por folículo. Sendo assim, o ser humano tem uma maior quantidade de cabelos durante adolescência e cerca de três vezes menos aos 80 anos de idade.

Leia Mais

Cabelo também envelhece
História da clínica en relação ao cabelo
Mitos e verdades sobre cabelo
Perguntas e respostas sobre cabelo
Por que os cabelos ficam grisalhos?

Pesquisar

Entre em contato

Preencha o formulário abaixo e em breve entraremos em contato para oferecer mais informações:


Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &