Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia

:: Dermatologia Cirúrgica

Laser

A palavra laser vem do nome "Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation", que significa uma luz estimulada e ampliada para ser usada como uma energia. Para haver a amplificação e a estimulação da luz é preciso existir uma fonte para gerá-la. Assim, o laser é um aparelho com uma fonte de energia interna ( pode ser C02, cobre, rubi, argônio etc.) que consegue estimular a luz e a torna capaz de realizar diversos tipos de ações, como corte, coagulação etc.

Assim como outras técnicas, este método também provoca alguma agressão, podendo causar dores e cicatrizes. A grande vantagem destes aparelhos é sua especificidade, "agredindo" somente a estrutura a ser tratada.

Os tipos de laser variam conforme a substância que gera a energia. Cada um deles tem uma especificidade para interagir com determinada estrutura do organismo. A fonte de energia pode ser gasosa, liquida ou sólida. (Vide Tabela 1)

Tabela 1 = Tipos de Laser

Laser Meio Comprimentos Cromoforo Lesões a serem tratadas
Argônio gás 488 nm a 514 nm hemoglobina e melanina vasculares e pigmentados
DYE
Corante
líquido variável variável vasculares e pigmentados
Rubi sólido 694 nm melanina e pigmetos escuros pigmentados e tatuagens
Nd:YAG sólido 1080 nm * vasculares
CO2 gás 10.600 nm água pele, verrugas queratoses e rugas

Existem lasers para oftalmologia e várias outras áreas da medicina. Em relação aos usados para a pele, cada um tem afinidade por uma determinada célula ou pigmento. O laser rubi, por exemplo, possui afinidade por pigmentos escuros, sendo indicado para tratar manchas e tatuagens. Ao utilizar este laser, o médico direciona a luz para as lesões pigmentadas, após uma aplicação de anestesia local. Desta forma, a única estrutura a ser destruída pelo laser será aquele com coloração escura, enquanto que as células vizinhas ficam preservadas. Este tipo de laser é ideal para eliminar tatuagens. Entretanto, só é possível retirar os pigmentos preto, azul e marrom agindo com pouca intensidade nas cores amarela e vermelha. Este tipo de laser também serve para algumas manchas que devem ser avaliadas previamente pelo médico.

Mitos e Verdades

O laser, de qualquer tipo, nunca é completamente indolor. Existe um mito de que esta técnica não causa dor nem deixa marcas posteriores. Alguns são extremamente desconfortáveis sendo necessária a sedação do paciente. Em outros casos podem ser bem suportáveis. Eventualmente acabam deixando cicatrizes ou até mesmo quelóides.

"A grande vantagem do laser em relação ao bisturi elétrico é que o primeiro possui maior especificidade e só destrói a estrutura a que tem afinidade". O número de aplicações necessária para o tratamento com esta tecnologia é determinado pelo médico. Para se ter uma idéia, uma tatuagem com 5 centímetros de tamanho demoraria aproximadamente entre 10 a 15 sessões para ser eliminada (1 vez por semana).

A última geração de lasers é voltada para os tratamentos estéticos. Este tipo, em geral, tem como fonte de energia o C02 (gás carbônico) e um sistema pulsátil para menor agressão da pele. Existem várias marcas e nomes destes tipos de laser, largamente indicadas para a realização de "peelings" e tratamentos de rugas mais profundas. "Apesar de ser muito eficaz no tratamento contra o envelhecimento da pele, este laser requer anestesia e possui um custo bem elevado", comenta a médica.

A luz aplicada em todo o rosto, uma ou mais vezes, pode ser feita somente ao redor dos olhos ou da boca, ocorrendo assim, uma espécie de queimadura muito superficial mas, com reação inflamatória intensa. A recuperação demora aproximadamente 15 dias.

O laser "Ultra Pulse" está neste grupo, assim como o "Silk Touch". "Esta tecnologia também tem indicações precisas e não deve ser encarada como fonte da juventude", adverte a dermatologista.

Em relação a alguns tratamentos, o laser é a melhor opção como no caso de tatuagens, porém em outros, como verrugas ou manchas senis, existem recursos tão eficazes quanto ele, e mais baratos.

 

 

 

 

voltar

2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados
2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados