Flacidez corporal: como combatê-la?

Publicado por link9 em
flacidez corporal

A flacidez corporal acontece por conta do processo natural e contínuo de envelhecimento. Pois os órgãos e tecidos sofrem desgastes causados pela genética e hábitos do dia a dia.

A pele é o órgão mais exposto do corpo humano e, certamente, mais suscetível a agressões causadas por fatores externos. Assim como poluição, luz solar, agentes químicos e medicamentos. O que acontece é uma diminuição da produção de colágeno devido a idade e degradação do que já existe. Assim, com o passar do tempo, pode começar a apresentar manchas, cicatrizes e flacidez.

Veja também:

O tratamento começa com uma questão fundamental que é, acima de tudo, a hidratação e proteção da pele com filtro solar de amplo espectro e número alto. Os hidratantes devem ter ativos que possam proteger e melhorar o metabolismo celular. Desse modo, podem ser de uréia, ácido hialurônico, ceramidas, ácido glicólico, lactato amônia, entre outros.

Além disso, a flacidez corporal também pode ser tratada com tecnologias, como:

  • Radiofrequência: são aparelhos que geram calor e, assim, estimulam a formação de colágeno de melhor qualidade. Pode ser monopolar ou multipolar e realizado, semanalmente, por cerca de dez semanas, mantido com drenagem linfática uma vez por mês;
  • Ultrassom focado: o aparelho gera energia direcionada que penetra na pele profundamente, atingindo a fáscia muscular, provocando sua contração com efeito de levantamento. A técnica pode ser usada em regiões como pescoço, colo, abdômen, braços e pernas. Normalmente, são necessárias três sessões com intervalo mensal;
  • Laser: existem alguns tipos de laser para o tratamento de flacidez corporal. Entre eles, o CO2, que provoca ablação e descamação, penetra profundamente na pele e estimula o colágeno. Outro laser é o Fotona que emite calor na pele através de ponteiras diferenciadas, melhorando a parede dos vasos as fibras de colágeno e elastina;
  • Bioestimulação: são utilizados produtos como ácido polilático e hidroxiapatia de cálcio, diluídos e aplicados na derme. Formam uma matriz que estimula a produção de colágeno novo e de melhor qualidade. A aplicação deve ser feita com agulhas ou cânulas e os produtos bem distribuídos. Normalmente, são necessárias de 3 a 4 sessões com intervalo mensal.

Quer mais informações sobre o assunto? Entre em contato com a Clínica Denise Steiner e agende uma consulta. Sua pele, nosso cuidado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &