CELULITE

Publicado por link9 em

A Celulite ou Lipodistrofia Ginoide, compromete cerca de 90% das mulheres durante a vida, sendo mais frequente na puberdade, gravidez e também quando há aumento de peso significativo.

A causa da celulite é multifatorial, envolvendo aspectos genéticos, fisiológicos e ambientais. O corpo com tipo físico mais arredondado e curvilíneo, característico da mulher brasileira é mais propenso a apresentar celulite, devido a fatores ligados ao hormônio feminino.

A mulher tem muito mais celulite que o homem, porque a configuração dos ligamentos da pele, entre a derme e a hipoderme, favorece a extrusão das células gordurosas. Na celulite, há comprometimento da vascularização e também acumulo de gordura além da flacidez. Há modificação progressiva da textura do tecido, que vai ficando endurecido e granulado, caracterizando a pele casca de laranja, peculiar desta alteração. Os fatores ambientais, como alimentação, atividade física, estresse, remédios hormonais, má qualidade do sono, aumento de peso e fumo, podem interferir nesse processo.

O tratamento da celulite é difícil, pois depende da mudança de hábitos, como a melhorar a alimentação e acrescentar a prática de exercícios regulares na rotina diária. Hoje há nutracêuticos que podem ajudar muito no combate a celulite, como: silício orgânico, colágeno hidrolisado, vitaminas, antioxidantes, diuréticos, fitoterápicos e probióticos. Cremes à base de ácidos, vitaminas e cafeína, podem ajudar a drenagem linfática e na qualidade da pele, além da evitarem a retenção hídrica crônica.

O tratamento especifico da celulite passa por diagnóstico correto, pois é preciso definir o grau de infiltração, endurecimento e retenção hídrica, além da flacidez. Pode ser usado laser ou radiofrequência, dependendo do balanço celulite/flacidez. O aparelho mais interessante e especifico é o Slimlipo, tem uma cânula que penetra na pele através de um furo feito com agulha. A cânula emite luz que tem dois comprimentos de onda, sendo um para derreter a gordura e outro para estimular o colágeno. No caso de depressões marcantes e repuxadas, pode ser feita a subcisão, que usa agulhas especiais para quebrar os septos fibrosos que repuxam a pele. São necessárias duas sessões desse aparelho de laser, com intervalo de 40 dias e intercalado com radiofrequência para melhorar a qualidade da pele e também continuar melhorando a flacidez. A radiofrequência é realizada com aparelhos que emitem energia e esquentam a profundidade da pele. Ao todo são 6 sessões, duas de laser e 4 de radiofrequência. O tratamento com laser precisa de anestesia local, há pouco hematoma e a paciente volta as atividades diárias após 2 dias. O tratamento com a radiofrequência não há necessidade de anestesia e também não gera alteração das atividades cotidianas.

É importante tratar a celulite pois ela progride, deixando o tecido danificado e endurecido, com depressões e dor na apalpação. A flacidez também é progressiva, com constante perda de colágeno.

O tratamento é importante e eficaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar

Clínica Denise Steiner. Dermatologia | 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por &