TATUAGEM NAS OLHEIRAS

A causa das olheiras não está determinada, porém estão envolvidos fatores como genética, tipo de pele, calibre dos vasos, formato do rosto, alergia como a atopia, além de pigmentação e flacidez causadas pelo envelhecimento.

O aparecimento das olheiras escuras está relacionado a espessura milimétrica da pele e, sendo assim, por transparência aparecem os vasos e a musculatura provocando a tonalidade azul enegrecida da região. A quantidade de vasos, nesse local, é muito grande e os mesmos estão envolvidos com a irrigação e nutrição, essenciais para manter a qualidade visual.blog dra deniseA pele da região das olheiras, chamada de área periorbital, é uma das mais finas de todo o corpo humano, cerca de 1,0 a 1,66mm. Por esse motivo, há uma grande fragilidade e sensibilidade nessa área. Exemplificando, quando uma pessoa tem alergia ao esmalte o inchaço, a irritação e o avermelhamento, podem aparecer primeiramente na área ao redor dos olhos devido a pouca espessura e fragilidade da área periorbital.

A olheira pode ser tratada com peelings, laser, preenchimento, radiofrequência, entre outros. No entanto, nas pessoas jovens, que geneticamente tem olhos fundos e escuros, há maior dificuldade em conseguir um clareamento satisfatório das olheiras. Em busca de solução, algumas pessoas têm aderido ao tratamento com tatuagem nessa região. É preciso um alerta em relação a essa técnica numa área de espessura mínima, inervação e vascularização complexas e repleta de riscos.

Em primeiro lugar, o perigo está relacionado ao risco de infecções e contaminações, pois em geral, as tintas aplicadas não são estéreis. Colocar uma agulha com material não estéril numa área dessas é contaminação de alto perigo. Em segundo lugar, as máquinas de tatuagem, com suas agulhas, podem romper os vasos sanguíneos dessa região, causando hemorragias e hematomas importantes. Outro risco substancial é o entupimento de algum vaso importante, que pode levar a cegueira.

Na região das olheiras existem vasos de vários calibres. Quando eles são maiores, podem carregar as partículas da tinta, causando alergia ou infecção em qualquer local do organismo. Em relação aos vasos de menor calibre, se os mesmos forem atingidos, pode haver entupimento, comprometendo a irrigação dessa região, podendo, como já foi dito levar a cegueira.

O procedimento é perigoso, principalmente se realizado por profissionais não médicos, que não tiveram a oportunidade de aprender a anatomia detalhada dessa região. Com sorte, algumas pessoas podem ter bons resultados, porém o risco-benefício é muito alto.

A tatuagem, quando realizada por profissionais treinados e com assepsia adequada, em várias regiões do corpo pode ser interessante e segura, mas na região dos olhos a associação de pele muito fina com uma irrigação complexa e repleta de anastomoses torna o procedimento muito arriscado. Portanto, se a questão é mascarar a cor da olheira com uma tinta, então podem ser usados os corretivos, que estão cada vez mais completos e específicos, conseguindo ao mesmo tempo tratar a pele e esconder a cor escurecida. Os corretivos, embora possam durar algumas horas, não são definitivos, mas por outro lado, não oferecem nenhum risco a saúde geral ou ocular.

A visão, um dos 5 sentidos é essencial para uma vida plena e prazerosa, não havendo justificativa estética para colocá-la em risco.