PEELING DE FENOL PARA TRATAMENTO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO

Cada vez mais surgem tecnologias inovadoras para o tratamento do envelhecimento. No entanto, é interessante reforçar o potencial de certos procedimentos, que não são tão novos, porém são muito eficazes. Dentro desse grupo, está o peeling de fenol, que é utilizado para o tratamento do envelhecimento cutâneo.Os peelings químicos são procedimentos que promovem renovação celular com estímulo de formação de colágeno novo, sendo assim, promove a melhoria de vários parâmetros,como textura, manchas, rugas e flacidez.

Fenol para blog

O fenol é uma substância química, que quando usado puro, 88%, é considerado um peeling médio para profundo. Ele provoca uma coagulação proteica intensa e que reflete em embranquecimento e frost da superfície cutânea. Quando misturado com óleo de cróton, água e sabão, tem maior aprofundamento, se tornando um peeling mais agressivo e com resultados melhores e mais duradouros.Isso ocorre porque o óleo de cróton, além de melhorar a permeação do fenol, também provoca ação anti-envelhecimento por sua característica química. A melhor indicação para a realização do peeling de fenol é a pele clara, muito enrugada, craquelada e fotoenvelhecida. No entanto, a seleção para pacientes com peeling de fenol, também passa por pesquisa, para saber se há algum risco de comprometimento renal e cardíaco.  Quando penetra na pele, o fenol, pode levar a arritmias ou problemas renais. Para escolher esse paciente, devem ser feitos exames para a checagem da função cardíaca e renal. A pele deve ser preparada com ácido retinoico e hidroquinona por 15 dias.

A formulação do peeling deve ser de acordo com a indicação, podendo haver uma concentração final de fenol, entre 30% a 45%, com mais ou menos quantidade de óleo de cróton. A face deve ser dividida em unidades anatômicas como fronte, região malar, queixo e nariz. A pele deve ser desengordurada, limpa e o peeling aplicado com pressão e com várias passadas no mesmo local. No início da aplicação ocorre dor e na sequência alguma anestesia e após algumas horas, ocorre mais dor. Para melhores resultados, o peeling pode ser ocluído com esparadrapo ou máscaras oclusivas. A descamação permanece por cerca de 10 dias e o avermelhamento por 30 a 60 dias. Esse peeling também pode ser feito no pescoço e mãos. A pele do rosto, por ter muitos anexos, cicatriza melhor que o pescoço e as mãos e, portanto, a concentração de fenol e cróton deve ser bem escolhidos conforme a indicação de tratamento. A combinação de fenol com o óleo de cróton, provoca estímulo ao colágeno, remodelando a pele com efeitos duradouros. Quanto mais vermelha a pele permanecer, maior o potencial de rejuvenescimento. A fotoproteção deve ser rigorosa, principalmente após os primeiros dias da realização do peeling.

Resultados excelentes e duradouros são características desse procedimento e valorizam o seu custo benefício, fazendo desse procedimento, um grande recurso terapêutico para o fotoenvelhecimento.

O peeling de fenol pode ser combinado a outros, ou também o óleo de cróton, pode ser substituídopor óleo de castor, ou ácido oleico. Tanto os óleos de castor, como o ácido oleico, diminuem o potencial de agressividade do peeling de fenol.

O peeling de fenol com óleo de castor é indicado para melasma e o de ácido oleico pode ser utilizado para pescoço e mãos. Outro recurso é utilizar o peeling de fenol com óleo de cróton para tratar áreas dos olhos, tendo efeitos similares da blefaroplastia.

Estudos mais recentes, sinalizaram que novas combinações e ativos podem ampliar muito as indicações do peeling de fenol.

PEELING DE FENOL

peelingO peeling de fenol é considerado um peeling profundo, pois atinge camadas internas da pele como derme média. Qualquer peeling provoca renovação e troca de pele, mas nesse caso, a profundidade atingida, promove grande estímulo a formação de colágeno novo. O período ideal do ano para realizar qualquer tipo de peeling é o inverno, pois a pele precisa ser protegida do sol.

Existem muitos tipos de peeling de fenol, conforme seja utilizado somente o fenol 88% ou misturas com óleo de cróton, septisol e água.

Esse peeling precisa ser realizado por médico dermatologista, pois a substância é muito agressiva, sendo cardiotóxica e nefrotóxica. Isto significa, que todo paciente, que for realizar esse tipo de peeling, precisa de uma avaliação prévia com exames de sangue e também eletrocardiograma. Além disso, a pele deve ser preparada para que a cicatrização seja mais eficiente e também para que haja menos hiperpigmentação.

O procedimento é feito pelo médico especialista, em ambiente adequadoe em toda a face, com ênfase nas regiões com mais rugas. No pescoço, o peeling deverá ser mais fraco, respeitando a diferença na cicatrização.

O peeling de fenol é indicado para peles fotoenvelhecidas, preferencialmente mais claras, com muitas rugas e também flacidez. A região em volta dos olhos e também ao redor da boca são especialmente beneficiadas.

A recuperação deste peeling é demorada e por cerca de 7 a 10 dias haverá descamação e crostas que devem receber cuidados específicos. A limpeza, a hidratação e a alta proteção solar são fundamentais.

O resultado é especial, com melhoria marcante da textura da pele, assim como das rugas e flacidez. Devido ao fato dessa boa resposta estar relacionada a resposta da pele com renovação, produção de colágeno e remodelação, ela será muito duradoura. No entanto, esse resultado final irá depender da indicação, do tipo de pele, preparo, técnica em si e também os cuidados no pós procedimento.

PEELING DE FENOL

O peeling de fenol é um procedimento estético que promove a melhora das rugas e da flacidez. Apesar de não ser considerado uma cirurgia plástica, ele chega até a derme reticular (a camada mais profunda da pele), envolvendo a troca de várias camadas e, por isso, necessita de acompanhamento médico. Seus resultados, porém, são bastante expressivos, melhorando a aparência da pele foto envelhecida. 

O peeling de fenol é o mais profundo de todos os peelings, enquanto outros só conseguem resultados mais superficiais e menos expressivos, sendo conhecido também, como peeling profundo e fórmula de Baker. 

Por se tratar de um tratamento muito agressivo, o peeling de fenol é indicado às pessoas com reais necessidades, que tenham rugas profundas e que sofreram muito com os efeitos do foto envelhecimento – alterações decorrentes da ação da radiação solar sobre a pele. 

O paciente precisa ser previamente avaliado, pois o fenol é uma substância tóxica, especialmente para pessoas com problemas cardíacos, hepáticos e insuficiência renal. Por essa razão, esse peeling precisa ser realizado por médicos dermatologistas experientes. Durante o procedimento, o paciente é acompanhado de perto, a fim de impedir qualquer tipo de complicação. Portanto, o ideal é realizar uma avaliação médica para saber se o paciente tem o perfil indicado para este tipo de tratamento. 

Os preparativos para o procedimento devem ter início um mês antes, com aplicação de um crime à base de ácido retinoico e hidroquinona. É preciso tomar cuidado extra com a radiação solar, evitando expor-se ao sol sem a proteção adequada, que consiste em protetor solar com fator maior ou igual a 50. Além disso, é necessário tomar uma medicação antiviral por via oral antes de realizar o procedimento, pois o peeling favorece o aparecimento de herpes simples.  

O tempo estimado de duração da aplicação do peeling de fenol é de 2 horas. O produto é aplicado em áreas chamadas de unidades anatômicas; então espera-se 20 minutos para aplicar em outra área e assim por diante. Isto porque é em 20 minutos que o fenol é metabolizado. O frost (mudança de cor) é imediato. Este frost é causando pela coagulação, com ação imediata. São passadas várias camadas do produto, e então, uma máscara oclusiva, que tem propriedades calmantes é colocada sobre a pele. 

Logo depois da aplicação, o paciente deve fazer uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios nas primeiras 12 a 24 horas. Depois, é necessário manter a pele limpa, hidratada e protegida, evitando a exposição solar. É interessante manter uma alimentação saudável – de preferência com suplementos que ajudem a evitar a queda de imunidade e o surgimento de infecções oportunistas, lembrando que, após a descamação da pele e reepitalização, pode permanecer vermelha por um longo período. A recuperação total após o peeling ocorre em até três meses e os resultados do tratamento podem levar até seis meses para aparecer. 

É fundamental realizar o procedimento somente com dermatologistas e cirurgiões plásticos por serem os profissionais preparados para tratamentos estéticos que envolvem agressão à pele, e vale mencionar que existem alternativas menos agressivas quando se trata de problemas mais leves. 

O peeling de fenol ficou conhecido pelos resultados apresentados, pois um  único procedimento promove melhora intensa de rugas profundas e flacidez  e, mesmo sem necessidade de intervenção cirúrgica, é capaz de rejuvenescer a pele em mais ou menos 20 anos, recuperando a cor, os contornos, tônus e luminosidade. Mas, por outro lado, o tratamento ainda é doloroso, exige muitos cuidados e acompanhamento médico, e a recuperação é lenta.