PEELING DE FENOL

O peeling de fenol é um procedimento estético que promove a melhora das rugas e da flacidez. Apesar de não ser considerado uma cirurgia plástica, ele chega até a derme reticular (a camada mais profunda da pele), envolvendo a troca de várias camadas e, por isso, necessita de acompanhamento médico. Seus resultados, porém, são bastante expressivos, melhorando a aparência da pele foto envelhecida. 

O peeling de fenol é o mais profundo de todos os peelings, enquanto outros só conseguem resultados mais superficiais e menos expressivos, sendo conhecido também, como peeling profundo e fórmula de Baker. 

Por se tratar de um tratamento muito agressivo, o peeling de fenol é indicado às pessoas com reais necessidades, que tenham rugas profundas e que sofreram muito com os efeitos do foto envelhecimento – alterações decorrentes da ação da radiação solar sobre a pele. 

O paciente precisa ser previamente avaliado, pois o fenol é uma substância tóxica, especialmente para pessoas com problemas cardíacos, hepáticos e insuficiência renal. Por essa razão, esse peeling precisa ser realizado por médicos dermatologistas experientes. Durante o procedimento, o paciente é acompanhado de perto, a fim de impedir qualquer tipo de complicação. Portanto, o ideal é realizar uma avaliação médica para saber se o paciente tem o perfil indicado para este tipo de tratamento. 

Os preparativos para o procedimento devem ter início um mês antes, com aplicação de um crime à base de ácido retinoico e hidroquinona. É preciso tomar cuidado extra com a radiação solar, evitando expor-se ao sol sem a proteção adequada, que consiste em protetor solar com fator maior ou igual a 50. Além disso, é necessário tomar uma medicação antiviral por via oral antes de realizar o procedimento, pois o peeling favorece o aparecimento de herpes simples.  

O tempo estimado de duração da aplicação do peeling de fenol é de 2 horas. O produto é aplicado em áreas chamadas de unidades anatômicas; então espera-se 20 minutos para aplicar em outra área e assim por diante. Isto porque é em 20 minutos que o fenol é metabolizado. O frost (mudança de cor) é imediato. Este frost é causando pela coagulação, com ação imediata. São passadas várias camadas do produto, e então, uma máscara oclusiva, que tem propriedades calmantes é colocada sobre a pele. 

Logo depois da aplicação, o paciente deve fazer uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios nas primeiras 12 a 24 horas. Depois, é necessário manter a pele limpa, hidratada e protegida, evitando a exposição solar. É interessante manter uma alimentação saudável – de preferência com suplementos que ajudem a evitar a queda de imunidade e o surgimento de infecções oportunistas, lembrando que, após a descamação da pele e reepitalização, pode permanecer vermelha por um longo período. A recuperação total após o peeling ocorre em até três meses e os resultados do tratamento podem levar até seis meses para aparecer. 

É fundamental realizar o procedimento somente com dermatologistas e cirurgiões plásticos por serem os profissionais preparados para tratamentos estéticos que envolvem agressão à pele, e vale mencionar que existem alternativas menos agressivas quando se trata de problemas mais leves. 

O peeling de fenol ficou conhecido pelos resultados apresentados, pois um  único procedimento promove melhora intensa de rugas profundas e flacidez  e, mesmo sem necessidade de intervenção cirúrgica, é capaz de rejuvenescer a pele em mais ou menos 20 anos, recuperando a cor, os contornos, tônus e luminosidade. Mas, por outro lado, o tratamento ainda é doloroso, exige muitos cuidados e acompanhamento médico, e a recuperação é lenta.