FIOS DE SUSTENTAÇÃO

Uma das queixas mais frequentes no consultório do dermatologista é a flacidez cutânea.fio-mint As mulheres se ressentem muito do chamado “bigode chinês” e percebem que o rosto está perdendo o contorno e acumulando pele, e às vezes, gordura na linha da mandíbula.

Cada pessoa irá envelhecer de uma forma única devido a sua genética, conformação facial, hábitos (sol, fumo), entre outros. Devido a esse motivo é tão importante a avaliação crítica do especialista, pois ele é quem irá indicar os procedimentos com melhor custo-benefício de acordo com a necessidade de cada paciente.

O tratamento da flacidez deve ser preventivo, começando pelo cuidado diário da pele que inclui limpeza, hidratação e fotoproteção. Além disso, cremes que sejam além dos cosméticos, os chamados dermocosméticos ou cosmecêuticos, devem ser incorporados, como ácidos, antioxidantes e fatores do crescimento.

Uma nova ferramenta, para tratamento da flacidez é o fio de sustentação, que hoje apresenta tecnologia avançada com biocompatibilidade específica. Os fios mais modernos não são definitivos, e são constituídos de materiais que estimulam a formação de colágeno novo.

Quais as vantagens dos novos fios:

* Materiais não definitivos e que não causam efeitos colaterais tardios, além de proporcionarem uma aparência mais natural.

*Estímulo de colágeno novo, tratando a pele de forma mais profunda e duradoura

Qual é a ação desses novos fios?

O interessante dessa nova ferramenta é que os fios são responsáveis por duas ações:

1-Leva88_142_noticia_gntamento da pele através de mecanismo de tração e ancoragem. Os fios com ácido polilático e polidioxanona podem ter efeito lifting.

2-Os materiais dos fios (ácido polilático e polidioxanona) estimulam a produção de colágeno e melhoram a qualidade da pele

 

Como é a técnica de colocação do fio?

*O principal é a boa indicação, pois certos pacientes, após os 65 anos, teriam indicação cirúrgica e o resultado com o fio pode se insignificante.

*O desenho dos vetores do fio, ou seja, o modo como eles vão ser colocados e a sua ancoragem (local onde haverá o apoio), são fundamentais para a qualidade do resultado.

*A anestesia é feita no local de entrada e saída dos fios.

*A dor é pouca nesse procedimento.

*Ao término do procedimento há um certo pregueamento da pele, mas que irá desaparecer em cerca de uma semana com o seu acomodamento.

*O paciente deverá dormir de barriga para cima, movimentar pouco a boca, consumir alimentos mais líquidos e não fazer exercícios físicos pesados por 3 a 4 dias.

É importante entender que os fios não são indicados para um grau de flacidez intenso e muito menos para tratar a papada. No entanto, indivíduos com grau de flacidez moderado, poderão ter um grande benefício na correção e prevenção da mesma e os resultados permanecem por cerca de dois anos.

PEELING DE FENOL

O peeling de fenol é um procedimento estético que promove a melhora das rugas e da flacidez. Apesar de não ser considerado uma cirurgia plástica, ele chega até a derme reticular (a camada mais profunda da pele), envolvendo a troca de várias camadas e, por isso, necessita de acompanhamento médico. Seus resultados, porém, são bastante expressivos, melhorando a aparência da pele foto envelhecida. 

O peeling de fenol é o mais profundo de todos os peelings, enquanto outros só conseguem resultados mais superficiais e menos expressivos, sendo conhecido também, como peeling profundo e fórmula de Baker. 

Por se tratar de um tratamento muito agressivo, o peeling de fenol é indicado às pessoas com reais necessidades, que tenham rugas profundas e que sofreram muito com os efeitos do foto envelhecimento – alterações decorrentes da ação da radiação solar sobre a pele. 

O paciente precisa ser previamente avaliado, pois o fenol é uma substância tóxica, especialmente para pessoas com problemas cardíacos, hepáticos e insuficiência renal. Por essa razão, esse peeling precisa ser realizado por médicos dermatologistas experientes. Durante o procedimento, o paciente é acompanhado de perto, a fim de impedir qualquer tipo de complicação. Portanto, o ideal é realizar uma avaliação médica para saber se o paciente tem o perfil indicado para este tipo de tratamento. 

Os preparativos para o procedimento devem ter início um mês antes, com aplicação de um crime à base de ácido retinoico e hidroquinona. É preciso tomar cuidado extra com a radiação solar, evitando expor-se ao sol sem a proteção adequada, que consiste em protetor solar com fator maior ou igual a 50. Além disso, é necessário tomar uma medicação antiviral por via oral antes de realizar o procedimento, pois o peeling favorece o aparecimento de herpes simples.  

O tempo estimado de duração da aplicação do peeling de fenol é de 2 horas. O produto é aplicado em áreas chamadas de unidades anatômicas; então espera-se 20 minutos para aplicar em outra área e assim por diante. Isto porque é em 20 minutos que o fenol é metabolizado. O frost (mudança de cor) é imediato. Este frost é causando pela coagulação, com ação imediata. São passadas várias camadas do produto, e então, uma máscara oclusiva, que tem propriedades calmantes é colocada sobre a pele. 

Logo depois da aplicação, o paciente deve fazer uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios nas primeiras 12 a 24 horas. Depois, é necessário manter a pele limpa, hidratada e protegida, evitando a exposição solar. É interessante manter uma alimentação saudável – de preferência com suplementos que ajudem a evitar a queda de imunidade e o surgimento de infecções oportunistas, lembrando que, após a descamação da pele e reepitalização, pode permanecer vermelha por um longo período. A recuperação total após o peeling ocorre em até três meses e os resultados do tratamento podem levar até seis meses para aparecer. 

É fundamental realizar o procedimento somente com dermatologistas e cirurgiões plásticos por serem os profissionais preparados para tratamentos estéticos que envolvem agressão à pele, e vale mencionar que existem alternativas menos agressivas quando se trata de problemas mais leves. 

O peeling de fenol ficou conhecido pelos resultados apresentados, pois um  único procedimento promove melhora intensa de rugas profundas e flacidez  e, mesmo sem necessidade de intervenção cirúrgica, é capaz de rejuvenescer a pele em mais ou menos 20 anos, recuperando a cor, os contornos, tônus e luminosidade. Mas, por outro lado, o tratamento ainda é doloroso, exige muitos cuidados e acompanhamento médico, e a recuperação é lenta.