FIOS DE SUSTENTAÇÃO

Uma das queixas mais frequentes no consultório do dermatologista é a flacidez cutânea.fio-mint As mulheres se ressentem muito do chamado “bigode chinês” e percebem que o rosto está perdendo o contorno e acumulando pele, e às vezes, gordura na linha da mandíbula.

Cada pessoa irá envelhecer de uma forma única devido a sua genética, conformação facial, hábitos (sol, fumo), entre outros. Devido a esse motivo é tão importante a avaliação crítica do especialista, pois ele é quem irá indicar os procedimentos com melhor custo-benefício de acordo com a necessidade de cada paciente.

O tratamento da flacidez deve ser preventivo, começando pelo cuidado diário da pele que inclui limpeza, hidratação e fotoproteção. Além disso, cremes que sejam além dos cosméticos, os chamados dermocosméticos ou cosmecêuticos, devem ser incorporados, como ácidos, antioxidantes e fatores do crescimento.

Uma nova ferramenta, para tratamento da flacidez é o fio de sustentação, que hoje apresenta tecnologia avançada com biocompatibilidade específica. Os fios mais modernos não são definitivos, e são constituídos de materiais que estimulam a formação de colágeno novo.

Quais as vantagens dos novos fios:

* Materiais não definitivos e que não causam efeitos colaterais tardios, além de proporcionarem uma aparência mais natural.

*Estímulo de colágeno novo, tratando a pele de forma mais profunda e duradoura

Qual é a ação desses novos fios?

O interessante dessa nova ferramenta é que os fios são responsáveis por duas ações:

1-Leva88_142_noticia_gntamento da pele através de mecanismo de tração e ancoragem. Os fios com ácido polilático e polidioxanona podem ter efeito lifting.

2-Os materiais dos fios (ácido polilático e polidioxanona) estimulam a produção de colágeno e melhoram a qualidade da pele

 

Como é a técnica de colocação do fio?

*O principal é a boa indicação, pois certos pacientes, após os 65 anos, teriam indicação cirúrgica e o resultado com o fio pode se insignificante.

*O desenho dos vetores do fio, ou seja, o modo como eles vão ser colocados e a sua ancoragem (local onde haverá o apoio), são fundamentais para a qualidade do resultado.

*A anestesia é feita no local de entrada e saída dos fios.

*A dor é pouca nesse procedimento.

*Ao término do procedimento há um certo pregueamento da pele, mas que irá desaparecer em cerca de uma semana com o seu acomodamento.

*O paciente deverá dormir de barriga para cima, movimentar pouco a boca, consumir alimentos mais líquidos e não fazer exercícios físicos pesados por 3 a 4 dias.

É importante entender que os fios não são indicados para um grau de flacidez intenso e muito menos para tratar a papada. No entanto, indivíduos com grau de flacidez moderado, poderão ter um grande benefício na correção e prevenção da mesma e os resultados permanecem por cerca de dois anos.

74º Annual Meeting – Washington – EUA – 4 a 8 de março – NOVIDADES

O meeting da Academia Americana de Dermatologia (AAD) é um dos maiores congressos da área dermatológica, que traz novos conhecimentos, tecnologias e excelência à especialidade.

Uma das novidades do Congresso Americano de Dermatologia foi o ácido tranexâmico. Ele promove uma proteção em relação ao sol e outras agressões externas, evitando o aparecimento do melasma. Ele tem um mecanismo que inibe a plasmina e, através deste mecanismo, consegue evitar todas as inflamações desencadeadas por essas agressões externas. É bom lembrar que já temos trabalhos publicados a respeito do ácido tranexâmico, mas é sempre bom conhecer a opinião de outros especialistas.

Ainda sobre o melasma, outra novidade é que pode ser acrescentada com o ácido tranexâmico a glutadiana via oral. Demonstrou-se que essa substância é um poderoso anti oxidante e pode proteger a pele das agressões externas. Nota-se que cada vez mais que o melasma é explicado como uma reação inflamatória causada pelo melanócito que se desequilibra, e as substâncias que, de alguma forma, cortam as vias metabólicas dessas inflamações, podem proteger a pele e clareá-la.

O fio de sutura com ácido polilático também foi muito comentado no meeting. Ele tem duas funções: uma de tracionar a pele e outra de estimular o colágeno através da substância que é o ácido polilático. São feitos muitos tipos de desenho no rosto para que o levantamento seja o ideal. Isso também pode ser incorporado ao tratamento do envelhecimento cutâneo.

TENDÊNCIAS E NOVIDADES: FIOS DE SUSTENTAÇÃO PARA MELHORAR A PELE

O uso de fios de ácido polilático vem obtendo bons resultados no tratamento da flacidez cutânea. Trata-se de um fio que tem cones deste mesmo material, que ajudam no tensionamento e levantamento da pele. É um procedimento minimamente invasivo, feito em ambulatório, porém com os cuidados de assepsia de um procedimento cirúrgico. A anestesia é feita com lidocaína injetada no local da entrada e da saída da agulha.

A colocação específica segue os vetores físicos que ajudam na sustentação do contorno. Além do efeito de levantamento, também há estímulo de colágeno novo, devido ao produto do qual ele é feito. O ácido polilático é sabidamente um produto estimulador de colágeno.

Após a colocação do fio é necessário um repouso relativo dos músculos faciais, sendo recomendado alimentar-se de líquidos e manter o abdômen para cima durante o sono noturno.

A pele fica ligeiramente repuxada no local da entrada da agulha. Em geral, não há dor nem edema importantes. Os resultados totais e finais ocorrem após 3 meses, quando já acontece o estímulo do colágeno.

O melhor paciente para a realização desse procedimento é aquele com flacidez e também perda de contorno facial, sem gordura excessiva na região.

Os fios também podem ser combinados com procedimentos de preenchimento. O fio não ficará definitivamente na pele, mas a duração é de cerca de 1/5 ano.

O custo benefício é bastante interessante, mas é sempre importante lembrar que é fundamental realizar procedimentos estéticos-médicos com especialistas em clínicas capacitadas.