ROSÁCEA

A rosácea, também conhecida como acne rosácea, é uma doença inflamatória que se caracterizada por deixar a pele vermelha e com lesões que lembram espinhas espalhadas principalmente na face. As mulheres entre 35 e 65 anos são as mais comprometidas, principalmente aquelas com pele clara e sensível. Fatores variados, como álcool, calor, frio excessivo e estresse, podem piorar essa condição e causar muito constrangimento e baixa autoestima. rosácea

A causa da rosácea ainda não está esclarecida, mas sabemos que os vasos superficiais da face estão comprometidos e dilatados. Não há tratamento específico, mas são usados antibióticos imunomoduladores, como minociclina e doxiciclina por via oral.

O diagnóstico é médico, assim como o tratamento e devem ser evitados os corticoides sistêmicos ou tópicos, pois estes podem melhorar muito no início, porém causam efeitos colaterais como afinamento da pele, aumento dos vasos e até mesmo a acne. A pele pode ficar viciada ao corticoide, que além de provocar efeito rebote, pode começar a não funcionar mais para o problema.

A rosácea afeta de forma marcante a autoestima, pois denota um avermelhamento constante e incontrolável. Esse avermelhamento melhora pouco com os tratamentos convencionais e por isso, também são usados os lasers para vasos que destroem os mesmos, deixando a pele mais clara e homogênea.

Uma das novidades do Congresso da Academia Americana de Dermatologia deste ano, foi o lançamento de uma nova droga para o controle e melhora do avermelhamento da pele na rosácea. Trata-se do oximetazolina, que age nos vasos e consegue, por algumas horas, diminuir a vasodilatação, clareando a pele e evitando esse efeito indesejado. O produto é seguro e precisa ser utilizado todos os dias, mesmo em conjunto com outros tratamentos.

Outra novidade é a toxina botulínica, velha conhecida para o tratamento das rugas de expressão, também pode ser usada de forma mais diluída para melhorar o avermelhamento da rosácea. A injeção é feita após o produto ter uma diluição maior que a usada para tratamento das rugas e a aplicação é realizada de forma superficial, em pequena quantidade nos locais mais avermelhados. Nesse caso, como a aplicação é de forma superficial, não irá causar relaxamento muscular, mas evita as micro contrações superficiais, assim como diminui o excesso de produção sebácea.

O efeito da toxina botulínica para tratamento da rosácea, após uma única aplicação, persiste por cerca de 3 a 4 meses, melhorando também a textura e coloração da pele.

4 comentários em “ROSÁCEA”

  1. Prezada dra.,
    Eu tenho rosácea e agora começou outro problema em mim. Tenho agora disfunção erétil. Teria q tomar remédio pra relação sexual. Gostaria d saber da doutora se isso poderia piorar no meu tratamento da Rosácea q to tendo com luz pulsada, embora teria q tomar remédio pra disfunção erétil uma vez a cada 15 dias.

    1. Gostaria de ajudá-lo, mas para isso é preciso realizar uma consulta onde seu tratamento para rosácea será avaliado. A Luz Pulsada em geral não interfere na ação de nenhum medicamento. Mas infelizmente não é possível sanar sua dúvida pela internet, pois como foi informado, é essencial se fazer uma consulta para verificar o tratamento por completo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *