COMBATE À ACNE

Existem dois períodos em que a acne compromete as pessoas: adolescência ou puberdade e a idade adulta, afetando principalmente mulheres que tenham sensibilidade aos hormônios.

A grande novidade em relação à acne, é que hoje há trabalhos mostrando que a inflamação é a causa principal da acne. A pele da pessoa com acne reage muito facilmente à irritação, ou danos da barreira cutânea desencadeando o restante da cascata inflamatória, passando pelo excesso da produção sebácea e hiperqueratinização e ação excessiva das bactérias. A novidade é que podemos tratar a inflamação com alguns tipos de Luz (LED) e lasers, diminuindo a inflamação.

O uso da isotretinoína sistêmica no caso da acne na puberdade é clássico. Esta medicação é a mais efetiva e mais conhecida para o tratamento da acne, no entanto existem contra indicações, e nesse caso, podemos usar a terapia fotodinâmica. Trata-se do uso de um creme que é espalhado na região da acne, por exemplo, o ácido aminolevulínico que tem atração pelas glândulas sebáceas região do infundíbulo, onde ficam a inflamação e as bactérias. Essa substância deixa o local sensibilizado e após cerca de 2 horas é aplicada uma luz que vai diretamente para o local afetado, promovendo a destruição de algumas glândulas. São feitas, em geral de 4 a 5 sessões com intervalo de um mês. No caso de mulheres adultas, o tratamento, geralmente é com pílulas anticoncepcionais com progestágenos anti androgênicos, ou seja, uma parte da composição da pílula neutraliza os hormônios masculinos. Também pode ser usada a metformina, nas mulheres que tem ovário policístico associado.

A questão da dieta hoje é muito estudada. Os alimentos de alto índice glicêmico e também o leite e derivados do leite devem ser controlados e evitados, pois pioram a acne. Isso acontece, pois eles estimulam a produção e a ação do hormônio de crescimento, insulina like, que é um dos principais hormônios estimuladores da acne. Evitar carboidrato, leite, queijo, iogurte e principalmente os suplementos de academia com proteínas do leite. O mito é sobre o chocolate piorar a acne, o que não é verdade, pois o cacau propriamente dito não chega a interferir no processo de inflamação.

A genética é fundamental, pois o modo de reagir pode ser diferente de individuo para individuo. Aqueles que têm pai e mãe com acne vão ter uma resposta inata mais exagerada, fazendo com que a inflamação e também a ação hormonal e a resposta da pele sejam intensas.

O fenômeno da epigenética (influência do meio ambiente no comportamento genético) também afeta os pacientes com acne. Isso quer dizer que o ambiente também pode influenciar e fazer com que os genes se expressem de forma mais intensa. Isso significa que o calor e a umidade excessiva, assim como dieta com leite e derivados do leite, alimentos que tenham muito carboidrato, e até alguns antidepressivos e vitaminas do complexo B devem ser evitados.

Medicamentos como lítio, anticonvulsionantes, rifampicina, cloro, entre outros, podem piorar a acne e estimular a maior inflamação. O estresse também é fator de piora na mulher adulta.

Lembrar que a autoestima fica muito abalada na fase da puberdade, que gera um ciclo vicioso. Quanto pior a acne, maior o estresse e maior a inflamação.

É fundamental buscar ajuda médica para o tratamento mais apropriado para cada situação.

Tratamento do contorno facial

A toxina botulínica vem sendo usada há muitos anos como o melhor tratamento para as rugas de expressão. No entanto, pontos especiais podem ser feitos para conseguir efeito de levantamento, de melhoria do contorno facial e também de afinamento facial (aprimoramento do contorno).

O principal músculo para interferirmos nesse contorno facial é o masseter, que também é o músculo relacionado ao bruxismo. A aplicação nesse músculo masseter deve ser criteriosa, pois anatomicamente ele se sobrepõe a vasos e nervos. A anatomia da área deve ser respeitada e existem pontos ideais de aplicação.

Além do músculo masseter também podem ser abordados os músculos abaixador do canto da boca e o músculo platisma.

blog toxina botulínica 10 09Nesse caso, relaxando o músculo abaixador do canto da boca, conseguiremos melhorar o aspecto do chamado bigode chinês. Além disso, a toxina aplicada no músculo platisma, que insere-se na mandíbula, aprimora a definição do contorno do rosto. Trata-se de um recurso inteligente e natural para suavizar e melhorar o formato da face.

Somando as ações da toxina botulínica no músculo masseter, mais a ação de levantamento do canto da boca e do contorno definido na linha da mandíbula, teremos um rosto mais alongado e com contornos precisos.

NUTRIÇÃO E PELE

Alimentação equilibrada associada a um estilo de vida saudável contribui com a saúde da pele fornecendo vitaminas, minerais e proteínas que são responsáveis em garantir a integridade da pele.

A falta de determinados nutrientes na alimentação diária pode ser refletida em uma pele sem vida. Sendo assim, é importante incluir na dieta alguns alimentos que auxiliam diretamente na saúde da pele.

Amêndoas, iogurte natural, e nozes contêm vitamina B2, que auxiliam no crescimento normal das células. Feijão, lentilha, ovos, salmão e aveia são fundamentais na formação dos tecidos (colágeno e elastina), pois são fontes de vitamina B6. Folhas, tomate, frutas cítricas devem ser consumidos, pois possuem vitamina C que ajudam na cicatrização da pele, combatem os radicais livres além de controlar a oleosidade da pele.

Tão importante quanto escolher os alimentos certos é conhecer quais são prejudicais à saúde da pele. Refrigerantes, açúcar, frituras e empanados, gordura trans e de origem animal, fast-food, alimentos embutidos e ricos em sódio são muito tóxicos à pele e devem ser evitados.

Atenção especial deve ser dada à ingestão de água. Principal responsável por hidratar a pele, a água também é essencial para que o organismo absorva de forma correta os nutrientes vindos da alimentação. Esse é o caminho para ter uma pele linda e saudável com a ajuda dos alimentos.

ACNE: a dieta pode interferir no tratamento da acne, ajudando a melhorar ou piorar a inflamação. Os alimentos implicados na piora da acne são:

  • Alimentos de alto índice glicêmico
  • Leite e derivados do leite
  • Gordura trans

Alimentos de alto índice glicêmico podem interferir no metabolismo da glicose e produzir indiretamente substâncias que estimulam o hormônio androgênico e a inflamação.

O leite tem proteínas “whey protein” que estimulam o fator de crescimento IGF-1, fator de crescimento similar à insulina, que estimula a ação dos androgênios e também piora a inflamação.

Os hormônios andrógenos (masculinos) têm sido responsabilizados pelo aparecimento e piora da acne. No entanto, cada vez mais, tem se questionado o papel do IGF-1, hormônio de crescimento, similar à insulina, que tem seu pico de concentração na puberdade e parece estar fortemente envolvido com o aparecimento da acne. Seus níveis sanguíneos estão relacionados diretamente com a piora clínica da acne e quando ele diminui, a acne também tende a desaparecer.

Neste caso, dietas que neutralizem a ação do IGF-1 são interessantes para o tratamento da acne. Exemplo dieta paleolítica:

  1. Alimentos com menor índice glicêmico (saladas e vegetais)
  2. Maior quantidade de ômega 3 (peixes e óleo de oliva)
  3. Alimentos com inibidores da mTORC1. Alimentos estimuladores da FoxO1 (chá verde, frutas vermelhas, resveratrol).