Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia

:: Publicações

Verão: Dicas para manter a Beleza e Saúde  

Não é preciso sacrifícios ou um esforço espartano para cuidar do corpo, da pele e dos cabelos. Para atingir o melhor resultado desse programa é preciso rimar beleza com constância. Ou seja, esses cuidados devem ser repetidos diariamente para que o corpo responda positivamente. Assim, a mulher que entender que um pouquinho todos os dias é muito mais do que um montão esporadicamente conquistou o primeiro passo para ficar cada vez mais bonita, elegante e segura.

1. Passar filtro solar religiosamente

Faça chuva ou faça sol ele deve estar sempre na sua cara. Isso porque os raios solares ultravioletas são capazes de danificar as células da pele, agindo em seu núcleo e tornando-a menos resistente e qualificadas. Resultado: aparecimento de rugas, manchas, sardas, envelhecimento precoce ou, o que é pior, câncer de pele. A ação do sol é acumulativa e seus efeitos na pele demoram de 5 a 10 anos para dar o ar da graça.

O que fazer: aplicar o protetor solar de manhã e à tarde. Se estiver tomando sol, reaplique-o depois de entrar na água ou a cada duas horas. O fator solar deve ser no mínimo 15 e no máximo 30.

Como eles agem: o protetor solar cria uma camada protetora na pele, impedindo que os raios ultra-violetas atinjam as células. Outros produtos absorvem os raios e o refletem para o meio ambiente, protegendo o corpo.

Alternativa: usar maquiagem (batom, base ou até mesmo sombra) com fator de proteção solar 15 e retocar pelo menos uma vez por dia.

2. Hidratar, hidratar e hidratar

Hidratação é a capacidade da pele de manter água no corpo. Seu grau é determinado pela genética, portanto, algumas pessoas naturalmente tem a pele mais ou menos hidratada. Não tem como mudar esse fator hereditário, mas há muito o que fazer para compensar essa "herança", usando produtos que impedem que a pele perca a flexibilidade, a maciez e o brilho.

O que fazer: a pele do rosto deve ser hidratada, depois de limpa, duas vezes por dia, com produtos leves, como: géis ou loções. Já a pele do corpo pede soluções mais pesadas como cremes e óleos, que devem ser aplicados uma vez por dia.

Como eles agem: os produtos hidratantes podem funcionar de duas maneiras: impedindo que parte da água saia do corpo (esses contém silicones ou derivados) ou atraindo água do ar para a pele (devem ter lipossoma ou ácido glicólico).
Experimente os dois e adote aquele que melhor funcionar com você.

Cuidados especiais: gestantes devem evitar hidratantes com ácido retinóico que podem prejudicar o feto (ainda não há comprovações científicas, mas é melhor evitar).

3. Banho no rosto

A pele da face fica exposta à poluição, ao sol, à fumaça de cigarro o dia inteiro. Além disso, concentra várias glândulas sebáceas, acentuando a oleosidade da região, podendo obstruir os poros. Portanto nada mais justo do que uma limpeza cuidadosa no rosto antes de dormir. Principalmente, se você usa maquiagem. Isso porque a pele que não é lavada acumula resíduos, tornando-se opaca e áspera, tem mais incidência de cravos e dificulta a renovação das células do rosto.

O que fazer: limpar o rosto todos os dias ao acordar e antes de dormir com uma loção sem álcool ou um sabonete neutro.
Como eles agem: retiram as células mortas do rosto e eliminam os resíduos, deixando-a leve e fresca.

4. Procura-se cravos e espinhas

Essa dupla cada vez mais perturba a pele dos adultos e quando instalados na pele por muito tempo, dilatam os poros que não voltam mais ao tamanho normal. O resultado é uma pele esburacada com ondulação. Mas a solução está longe de espremer cravos e espinhas. Ao fazer isso, você corre o risco de aumentar a inflamação ou ganhar uma marca que só sairá com um peeling.

O que fazer:
Como eles agem:
Alternativa:

5. Dê movimento ao corpo

A lista dos benefícios da pratica de exercícios físicos é tentadora. Entre as principais conquistas estão: melhora a circulação do sangue, amenizando celulite e retardando varizes, aumenta a disposição física, dá flexibilidade ao corpo, corrige a postura, aprimora a capacidade cardio-respiratória, tonifica músculos, combate a flacidez, protege contra osteoporose e ainda acelera o metabolismo, ajudando a emagrecer e a definir as formas. A atividade física é uma necessidade do organismo e a preguiça nada mais é do que a tentativa do corpo se adaptar à vida pouco saudável. Combata-a!

O que fazer: para surtir efeitos é preciso exercitar-se três vezes por semana durante, no mínimo, 45 minutos. Depois de dois meses já é possível ver os primeiros sinais da melhora. A modalidade ideal é aquela que lhe dá mais prazer e que, portanto, você fará com mais empenho e .

Como ele age: quando o corpo está em movimento, os músculos precisam de mais energia e retiram-na da gordura, diminuindo sua quantidade no organismo e aumentando a massa muscular. Além disso, ativa todo o corpo, fazendo com que você respire melhor e aprimore as funções orgânicas

Alternativa: ok! Se está muito difícil se matricular na academia comece a tornar sua rotina um programa de atividade física. Ande mais, suba mais escadas, lave você mesma o carro, faça atividades domésticas como jardinagem, passeie com seus filhos, enfim, mexa-se. Isso a ajudará a manter o corpo em forma e o organismo ativo.

6. Viciada em H20

Ela é fundamental para viabilizar todos os processos químicos do corpo. Duas dessas funções são, especialmente, importantes para manter uma aparência saudável: eliminar as toxinas, que se transformam em cravos, espinhas, deixam a pele pesada e a disposição lá embaixo. E a outra função é acelerar a distribuição de nutrientes pelo corpo, alimentando pele e cabelo das substancias que dão brilho e maciez. Quer mais? A água faz o trabalho secundário de hidratação do corpo e ajuda a enganar a fome.

Quando beber: a sede é uma alerta de que o corpo precisa de água. Não espere senti-Ia para beber água. Os líquidos devem ser ingeridos durante o dia todo, até atingir 2 litros. Outro sinal de que é melhor tomar mais água é a cor da urina. Se ela estiver muito amarelada aumente o consumo de líquidos.

Alternativa: a água não desce garganta a baixo? Então aumente a ingestão de alimentos ricos em H20 como as frutas, as verduras e os legumes.

7. Fuja do bronzeamente artificial

Você está se sentindo desinteressante, com aquela cor de escritório, e decidiu resolver todos os seus problema com sessões de bronzeamento artificial. A Sociedade Brasileira de Dermatologia é contra. E não é nada pessoal, apenas uma questão de preservar a saúde da pele.

Fazer bronzeamento artificial é o mesmo que tomar sol durante o verão sem proteção solar. Você não descasca, mas as conseqüências maléficas são as mesmas: as fibras de colágeno e de elastina que mantém a pele firme e jovem são danificadas, deixando-a menos elástica, mais opaca e sujeita à marcas.

Alternativa: uma saída é usar os produtos auto-bronzeadores. Eles contém uma substância química (o DHA) que reage com a queratina da pele, acrescentando um tom dourado a ela. Funcionam como um "tintura" superficial que sai com o tempo sem danos. Ao contrário, alguns até ajudam a hidratar.
 

 

voltar

2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados
2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados