Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia

:: Publicações

Auto-exame das mamas

O auto-exame das mamas leva apenas alguns minutos e você só precisa fazer uma vez por mês. O tempo gasto para se realizar este exame poderá ser o maior investimento que você fará em você mesma durante toda a sua vida.

Lembre-se que o auto-exame das mamas NÃO substitui o exame clínico que deve ser feito anualmente por um médico.

Todas as mulheres devem realizar mensalmente o auto-exame das mamas. A época ideal para a realização do mesmo é ao final do período menstrual. Caso você não menstrue mais, realize o exame todos os meses, no mesmo dia.

A maneira mais efetiva de detecção precoce do câncer de mama inclui 3 passos fundamentais:

• Exame clínico das mamas por seu médico a cada 3 anos a partir dos 20 anos e anual a partir dos 40 anos.
• Mamografia anual a partir dos 40 anos.
• Auto-exame das mamas uma vez ao mês, a partir dos 20 anos.

Veja abaixo quais são os passos mais importantes para se realizar o auto-exame das mamas:

1- Em frente ao espelho:

• Inicialmente, com as mãos abaixadas, observe o formato, tamanho, contorno das mamas e textura da pele.
• Em seguida, coloque as mãos na cintura e depois levante os braços, observando as mesmas características descritas acima. Veja se existem pregas, depressões ou alterações na pele da mama, aréola ou mamilo.
• É muito comum que uma das mamas seja maior do que outra. É importante você saber o que é normal para você, assim será mais fácil observar qualquer mudança que ocorra.

2- No chuveiro:

• Ensaboe bem as mamas e as axilas de modo a permitir que suas mãos percorram melhor a mama.
• Levante seu braço esquerdo e coloque-o sobre a cabeça. Com a mão direita esticada, examine a mama esquerda. Use as polpas dos dedos, e não as pontas ou as unhas. Percorra todas as áreas da mama em movimentos circulares de fora para dentro, procurando por espessamentos ou caroços. Repita o movimento na outra mama.
• Os movimentos circulares devem ser realizados da parte externa superior da mama (perto da axila) em direção ao mamilo, de modo firme, porém delicado.
• Ao final dos movimentos circulares, aperte levemente os mamilos (bicos do seio) e observe se sai algum líquido.
• O exame também pode ser realizado fora do chuveiro, de frente para o espelho ou deitada.

 

  

3- Axilas:

• Também devem ser examinadas, do mesmo modo que as mamas.
• Realize movimentos circulares, observando a presença de caroços na região.

4- Deitada:

• Coloque uma toalha dobrada ou um travesseiro sob o ombro, levante o braço e coloque a mão sobre a cabeça. Repita os mesmos movimentos citados acima, com a mão oposta. A seguir, realize os movimentos na outra mama.

Quando avisar seu médico

• Mudanças na forma ou coloração das mamas
• Pele tipo “casca de laranja”
• Presença de nódulos ou caroços
• Saída de líquido pelos mamilos

Importante

• A dor também deve ser considerada, embora seja RARA nos casos de câncer de mama.
• Nódulos que surgem antes da menstruação e desaparece após a mesma geralmente não têm valor clínico importante
• O uso de anticoncepcionais, terapia hormonal, período pré-menstrual, amamentação, gestação e abortamento recente podem influenciar e dificultar o auto-exame.
• Se você tem menos de 40 anos mas possui história familiar de câncer de mama, converse com seu médico sobre quando você deverá começar a realizar mamografias e com qual freqüência deverá realizá-las.

Não entre em pânico!

• A maior parte das alterações encontradas durante o auto-exame das mamas NÃO são malignas.
• Ao detectar qualquer anormalidade, procure SEMPRE um médico.
• Evite solicitar ajuda de quem pouco poderá lhe esclarecer – isso só aumentará sua ansiedade.

Tente fazer com que o auto-exame seja uma rotina na sua vida.

A detecção precoce pode ser o segredo para uma vida saudável e uma mente tranqüila.

Cuide-se.

Dr. Marcelo Luis Steiner
Dra. Carolina Corsini
E-mail:
ginecologia@denisesteiner.com.br

 

 

 

voltar

2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados
2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados